26 de maio de 2024 Atualizado 12:01

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ELEIÇÕES

Americana e região têm 29 possíveis candidatos a prefeito para este ano; veja lista

Nomes serão definidos entre 20 de julho e 5 de agosto, quando ocorrem as convenções

Por Ana Carolina Leal, Cristiani Azanha, Gabriel Pitor e Rodrigo Alonso

28 de janeiro de 2024, às 08h13 • Última atualização em 28 de janeiro de 2024, às 08h14

Em ano de eleição, as movimentações por candidatura já tomam conta dos bastidores da política desde janeiro. Os nomes que estarão no próximo pleito serão definidos apenas entre 20 de julho e 5 de agosto, quando ocorrem as convenções partidárias, mas já existem as chamadas “pré-candidaturas”, em que os políticos manifestam a intenção de entrar na disputa.

Por enquanto, nos cinco municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), há 29 possíveis candidatos: oito em Americana, seis em Hortolândia, três em Nova Odessa, quatro em Santa Bárbara d’Oeste e oito em Sumaré. As eleições ocorrem em 6 de outubro.

Americana tem nomes de peso em dúvida

Em Americana, cinco já cravaram que são pré-candidatos. Os outros três ainda não confirmaram presença na disputa, mas também não descartam.

Essa é a situação do prefeito Chico Sardelli (PV). Caso se confirme, sua candidatura poderá acontecer pelo PL. Ele pode ter como adversário seu antecessor na prefeitura, Omar Najar (MDB).

O ex-prefeito diz que é “precipitado” confirmar qualquer ação neste momento, mas a reportagem apurou que ele estaria insatisfeito com algumas situações da cidade, como a administração do DAE (Departamento de Água e Esgoto).

Votação no Politec, em Americana, no segundo turno das eleições de 2022 – Foto: Claudeci Junior/Liberal

O ex-deputado estadual e federal Vanderlei Macris (PSDB) não descartou se candidatar, mas disse que aguarda a eleição do diretório estadual do seu partido para maiores definições.

A ex-vereadora e sanitarista Maria Giovana Fortunato (PDT), que ficou em segundo lugar nas eleições de 2020, estará novamente na disputa pela prefeitura. Outro que confirmou que disputará o pleito é o empresário Ricardo Molina (Republicanos). Em 2022, ele foi o candidato a deputado estadual com mais votos no município.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em busca de ascedência política, outros três nomes se colocam como pré-candidatos: o vereador Vagner Malheiros, que vai deixar o PSDB e avalia propostas do Mobiliza, PMB e Novo; a médica Adriana Polito Cardoso (Solidariedade), esposa do vereador Dr. Daniel (PDT); e Adriano de Oliveira (Psol), que já foi candidato em 2020.

Piovezan e Dr. José devem se enfrentar novamente em Santa Bárbara

Em Santa Bárbara, o atual prefeito, Rafael Piovezan, que hoje está no MDB, já confirmou que vai tentar a reeleição, mas não deve ser pela mesma legenda. Uma das possibilidades é migrar para o PL, mas a filiação ainda não foi consolidada.

Segundo colocado no pleito de 2020, Dr. José volta para a disputa pelo União Brasil. Maior opositor do Executivo na câmara, o vereador Eliel Miranda (PSD) também se coloca como pré-candidato. Adegas Júnior, ex-vereador e ex-secretário municipal de Meio Ambiente, também afirmou sua pré-candidatura pelo Podemos.

Bill tentará retomar cargo em Nova Odessa

Na cidade de Nova Odessa, só três nomes foram confirmados até o momento como pré-candidatos à prefeitura em 2024. Entre eles está o atual prefeito, Leitinho (PSD).

Outro nome na disputa é Bill, que hoje está no PL. Ele ocupou o cargo de prefeito de Nova Odessa por dois mandatos consecutivos, de 2013 a 2020, pelo PSDB. Atualmente, exerce a função de assessor especial do gabinete do deputado estadual André do Prado (PL), presidente da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O terceiro pré-candidato confirmado é Vanderlei Cocato (Republicanos). Ele já ocupou o cargo de secretário de Saúde do município e atualmente desempenha a mesma função na cidade de Rafard.

Grupo de Luiz Dalben ‘se divide’ em Sumaré

Em Sumaré, a maior dúvida, por enquanto, é sobre o nome que seria indicado para sucessão do atual prefeito, Luiz Dalben (Cidadania), que já está em seu segundo mandato.

Uma das possibilidades é o apoio ao secretário municipal de Finanças e Orçamento, Eder Ruzza, tio do prefeito. Ele está no PL.

Outros políticos que hoje pertencem ao grupo de Dalben também pretendem disputar o cargo: o atual vice-prefeito, Henrique do Paraíso (Republicanos); o líder do governo na câmara, o vereador Willian Souza (PT); o secretário municipal de Saúde, Rafael Virginelli; e o vereador Sirineu de Araújo, que hoje está no PL, mas já afirmou que pretende mudar de legenda.

Outros pré-candidatos à Prefeitura de Sumaré são o vereador Sílvio Coltro, presidente municipal do PL; o ex-vereador Décio Marmirolli, um dos opositores do grupo de Dalben, pelo PSD; e Guilherme Dall’Orto, que concorreu a deputado federal pelo Podemos, mas não foi eleito.

Sumaré superou a marca de 200 mil eleitores em 2023 e, portanto, pode ter segundo turno neste ano.

Ex-prefeito e irmão de Perugini pintam na disputa em Hortolândia

Em Hortolândia, o atual chefe de Executivo, Zezé Gomes (Republicanos), vai buscar a reeleição. Ele está no cargo desde abril de 2021, quando morreu o então prefeito Ângelo Perugini.

Ex-vereador e ex-secretário municipal de Saúde, George Burlandy (PL) desponta como outro nome na disputa. Ele ficou segundo lugar na última eleição para prefeito. O ex-prefeito Antônio Meira pretende ingressar na corrida eleitoral, representando o União Brasil.

Atual presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Hortolândia e ex-secretário municipal de Segurança Pública, Luis Leite de Camargo (DC) também figura entre os pré-candidatos.

Agnaldo Perugini, irmão do ex-prefeito Ângelo Perugini e ex-prefeito da cidade de Pouso Alegre (MG), lança-se na disputa pelo MDB.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Por fim, o empreendedor Eduardo Ricatto encerra a lista de pré-candidatos. Sem partido definido até o momento, Ricatto concorreu à vice-prefeitura na última eleição pelo Patriota, na chapa liderada pelo ex-vereador Ceará.

Confira a lista de nomes que podem pintar nas eleições para prefeito na região:

AMERICANA
Adriana Polito Cardoso (Solidariedade)
Adriano de Oliveira (Psol)
Chico Sardelli (sem partido definido*)
Maria Giovana (PDT)
Omar Najar (MDB)
Ricardo Molina (Republicanos)
Vagner Malheiros (sem partido definido*)
Vanderlei Macris (PSDB)

HORTOLÂNDIA
Agnaldo Perugini (MDB)
Antônio Meira (União Brasil)
Eduardo Ricatto (sem partido definido*)
George Burlandy (PL)
Luis Leite de Camargo (DC)
Zezé Gomes (Republicanos)

NOVA ODESSA
Bill (PL)
Leitinho (PSD)
Vanderlei Cocato (Republicanos)

SANTA BÁRBARA
Adegas Junior (Podemos)
Dr. José (União Brasil)
Eliel Miranda (PSD)
Rafael Piovezan (sem partido definido*)

SUMARÉ
Décio Marmirolli (PSD)
Eder Ruzza (PL**)
Guilherme Dall’Orto (Podemos)
Henrique do Paraíso (Republicanos)
Rafael Virginelli (PL**)
Sílvio Coltro (PL**)
Sirineu Araújo (sem partido definido*)
Willian Souza (PT)

*Há possíveis candidatos que, mesmo estando filiados a um partido, já avisaram que vão trocar de legenda neste ano.
**Nenhum dos três pré-candidatos do PL manifestou intenção de sair do partido, que poderá lançar apenas um deles.

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade