26 de maio de 2024 Atualizado 08:51

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

SAÚDE

Em uma semana de vacinação contra dengue, Americana e Santa Bárbara atingem só 6% do público-alvo

Prefeitura americanense disse que vai esperar até o fim do mês para avaliar a possibilidade de ampliar a faixa etária

Por Rodrigo Alonso

19 de abril de 2024, às 08h43

Passada uma semana desde o início da vacinação contra a dengue, Americana e Santa Bárbara d’Oeste atingiram apenas 6% de seu público-alvo, formado por crianças de 10 a 11 anos. As duas prefeituras avaliam que o número de doses aplicadas está abaixo do esperado.

A administração de Americana apontou, inclusive, que vai esperar até o fim do mês para avaliar, junto ao GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica) Campinas, a possibilidade de ampliação dentro da faixa etária permitida pelo Ministério da Saúde, de 10 a 14 anos.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

As duas cidades iniciaram a imunização em 11 de abril. Até o final desta quarta-feira (17), 317 doses haviam sido aplicadas em Americana, que tinha 5.214 crianças de 10 a 11 anos no Censo de 2022.

Vacinação contra a dengue na UBS Mathiensen, em Americnaa – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

Em Santa Bárbara, 252 tinham se vacinado na cidade, onde o Censo identificou 4.227 pessoas nessa faixa etária.

“A pasta ressalta que o GVE Campinas, do qual Santa Bárbara d’Oeste faz parte, ainda não recomendou aos municípios a ampliação da faixa etária. Portanto, no momento a orientação é seguir com a vacinação para crianças na faixa etária de 10 e 11 anos”, comunicou a prefeitura.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O Ministério da Saúde disponibilizou as vacinas para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, mas, diante da quantidade limitada de doses, recomendou que os municípios iniciassem a imunização pela faixa etária de 10 a 11 anos.

Outras cidades

No entanto, em Hortolândia, a prefeitura optou por já começar a vacinação para a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos. O município iniciou a campanha nesta quarta, quando aplicou 76 doses, número que está dentro das expectativas do Executivo.

Nova Odessa foi o primeiro município da RPT (Região do Polo Têxtil) a começar a imunização. As vacinas estão disponíveis desde 10 de abril, para crianças de 10 e 11 anos. Ao todo, 243 se vacinaram, de acordo com a prefeitura, que esperava uma adesão maior.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

A quantidade equivale a 15,8% do público-alvo do município, que encontra-se em estado de emergência para a dengue desde 15 de março.

A Prefeitura de Sumaré, que começou a vacinação na última segunda-feira, também foi questionada pelo LIBERAL sobre o número de doses aplicadas no município, mas não se manifestou.

Para cidades que tenham um alto número de doses a vencer em 30 de abril, o Ministério de Saúde recomendou, em nota técnica publicada nesta quarta, a ampliação do público-alvo para a faixa etária de 6 a 16 anos. Caso a baixa adesão permaneça, os municípios poderiam estender a vacinação para pessoas de 4 a 59 anos.

No entanto, os municípios da RPT não se enquadram nessa situação, pois receberam doses com maior tempo de validade.

Publicidade