20 de abril de 2021 Atualizado 21:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ESTRUTURA HOSPITALAR

Novos respiradores no HM ‘aliviam’ sistema de UTIs em Americana

Ocupação de leitos nesta segunda-feira ficou abaixo de 90% pela primeira vez desde 11 de março; hospitais particulares seguem lotados

Por André Rossi

06 abr 2021 às 07:12 • Última atualização 06 abr 2021 às 09:05

Os cinco respiradores enviados pelo Ministério da Saúde no último sábado (3) para o Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, de Americana, “aliviaram” o sistema de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) da cidade nesta segunda-feira (5). Com os novos aparelhos, a taxa de ocupação desse tipo de leito ficou em 87%.

Os dados consideram tantos as vagas no HM quanto nos três hospitais particulares, que seguem lotados para UTI desde 17 de março. Dos 93 leitos do município para pacientes do novo coronavírus (Covid-19), 81 estão ocupados. Todos as unidades livres estão no HM.

É a primeira vez desde 11 de março que o índice fica abaixo dos 90%. Desde então, Americana chegou a bater os 100% de ocupação de UTIs no dia 29 de março.

Com os cinco respiradores enviados pelo Ministério da Saúde, o HM passou a ter 26 leitos de UTI. Paralelamente, a prefeitura ainda aguarda para esta semana a chegada de 12 novos respiradores, adquiridos com recurso destinado pela câmara.

Já nos leitos de enfermaria, que são aqueles sem respiradores, o nível de ocupação é de 91%, com 103 dos 113 em uso. A prefeitura trabalha para criar 13 novas unidades de enfermaria dentro do HM.

Confira a ocupação de cada hospital nesta segunda-feira (5/04):

– HM – 54% com respiradores (14 de 26) / 84% sem respiradores (37 de 44)

– São Lucas – 100% com respiradores (17 de 17) / 81% sem respiradores (13 de 16)

– São Francisco – 100% com respiradores (14 de 14) / 100% sem respiradores (24 de 24)

– Unimed – 100% com respiradores (36 de 36) / 100% sem respiradores (29 de 29)

Publicidade