18 de abril de 2021 Atualizado 16:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PANDEMIA

Ocupação de leitos de UTI bate 100% em Americana

Cidade não tem mais nenhum leito livre com respirador; taxa nas unidades de enfermaria é de 99%

Por André Rossi

29 mar 2021 às 17:19

Pela primeira vez desde o início da pandemia, Americana não tem mais nenhum leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) livre para pacientes contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19). Todos os 87 leitos com respiradores dos quatro hospitais da cidade estão ocupados nesta segunda-feira (29).

A informação foi divulgada pela prefeitura, por meio do boletim epidemiológico. Já a ocupação dos leitos de enfermaria – que são aqueles sem respiradores – é de 99%. Dos 87, há apenas um desocupado, no Hospital São Lucas.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Americana estava próxima de atingir os 100% desde o início de março, devido ao escalonamento de casos. O mês se estabeleceu como o mais fatal na cidade, com 62 mortes. Além disso, também foi o período com o maior número de casos positivos da doença, com 2.180 até o momento.

Em 15 de março, a cidade ficou a um leito de atingir os 100% de ocupação em UTIs. Na época, o único livre estava no São Lucas.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Depois, em 18 de março, o aluguel de três respiradores pela prefeitura evitou o colapso do sistema de UTIs. Os leitos desocupados estavam no HM, o que se manteve constante até esta segunda-feira. Nos três hospitais particulares, não há mais vaga desde 17 de março.

Ainda nesta segunda-feira, foram confirmadas mais quatro mortes provocadas pela doença. Confira o perfil das vítimas:

  • homem de 58 anos, morador da Vila Bela, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado no HM e faleceu no dia 23 de março;
  • mulher de 76 anos, morador do Mollon, portadora de doença cardiovascular crônica, que estava internada em hospital particular e faleceu dia 29 de março;
  • homem de 43 anos, morador do Campo Verde, portador de doença cardiovascular crônica e asma, que estava internado em hospital particular e faleceu dia 28 de março;
  • mulher de 45 anos, moradora do Jardim Recanto, portadora de diabetes, que estava internada em hospital particular e faleceu no dia 26 de março.

Americana soma 13.338 casos positivos de Covid-19, com 353 mortes. Ao todo, 482 pessoas estão em isolamento domiciliar, enquanto 12.527 se recuperaram.

Publicidade