19 de abril de 2021 Atualizado 11:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Americana bate recorde de positivos por coronavírus em um único mês

Março registrava até esta sexta 2.167 contaminações pela doença, superando os meses de dezembro e agosto do ano passado

Por Marina Zanaki

27 mar 2021 às 10:51 • Última atualização 27 mar 2021 às 10:52

Americana bateu recorde de casos positivos do novo coronavírus (Covid-19) no mês de março. Até esta sexta-feira haviam sido contabilizadas 2.167 contaminações pela doença. O número supera os meses de dezembro (2.159 casos) e agosto (2.096 casos).

Os dados foram levantados pela reportagem no boletim divulgado no último dia de cada mês pela Vigilância Epidemiológica.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O recorde foi alcançado nesta sexta, quando 101 novos positivos foram registrados. Desses, 33 foram após realização de testes rápidos, dos quais 12 estão em isolamento domiciliar e 21 já se recuperaram; e 68 após realização de exame PCR, dos quais 36 estão em isolamento domiciliar, 11 já se recuperaram e 15 estão internados.

O LIBERAL mostrou que, em 23 dias, o mês de março já é o mais fatal na pandemia em Americana. A cidade ultrapassou a mortalidade de julho, com 46 óbitos. Nesta sexta-feira, saltou para 58 o número de vítimas em março.

Americana se mantém há duas semanas com taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid-19 acima de 90%. Do total de 78 leitos com respiradores nos hospitais, apenas dois estão vagos.

Ambos estão no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, que tem 21 leitos e 19 internados. Os três hospitais particulares – Unimed, São Lucas e São Francisco – têm taxa máxima de ocupação das UTIs Covid-19.

“A quantidade de leitos disponíveis para UTI e enfermaria está oscilando dia a dia, conforme o remanejamento de leitos contingenciais de cada unidade hospitalar. Isto para que seja possível atender a demanda de pacientes, conforme a necessidade da assistência, tanto para Covid-19 como para outras urgências, emergências e agravos”, explicou a prefeitura.

casos – Foto:

ÓBITOS. A RPT (Região do Polo Têxtil) informou mais 18 mortes provocadas pelo coronavírus. A vítima mais jovem tinha 47 anos e a mais idosa 81.

Americana e Sumaré lideraram nas notificações, com seis óbitos cada. Hortolândia e Santa Bárbara d’Oeste informaram três mortes cada. Nova Odessa não informou óbitos no boletim desta sexta.

Publicidade