03 de dezembro de 2020 Atualizado 10:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

MONITORAMENTO

Região do Polo Têxtil investiga 35 casos de coronavírus

Americana notificou mais dois casos nesta terça-feira, sendo uma criança de dois anos e um homem de 30 anos; três casos foram notificados na segunda

Por Marina Zanaki

17 mar 2020 às 08:17 • Última atualização 17 mar 2020 às 20:28

A RPT (Região do Polo Têxtil) investiga 35 casos suspeitos de coronavírus. A cidade com mais notificações é Sumaré, onde são 15 pacientes investigados, seguida por Hortolândia, com 12 notificações. Americana tem sete suspeitas, três delas notificadas nesta segunda-feira e outras duas nesta terça-feira.

Nova Odessa registrou nesta segunda-feira o primeiro caso suspeito da doença. Hortolândia divulgou nesta terça-feira que não vai mais enviar as atualizações à imprensa e que os boletins serão divulgados no site e no Facebook do Executivo – até a última atualização enviada pela prefeitura, na semana passada, eram três suspeitos.

Os pacientes da região seguem em isolamento domiciliar, mas um morador de Hortolândia foi encaminhado para unidade de saúde de outro município por meio da Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde).

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Mulher aguarda no HM de Americana: unidade notificou mais três suspeitas nesta segunda

O Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana, notificou três casos suspeitos nesta segunda-feira.

Os pacientes são uma mulher de 44 anos que é profissional de saúde da própria unidade e teve contato com casos suspeitos; um piloto de companhia aérea de 26 anos que esteve em contato com passageiros de diversas regiões afetadas pelo coronavírus; e uma comerciante de 52 anos que teve contato com uma pessoa vinda da China na 25 de Março, em São Paulo. Esses pacientes moram, respectivamente, nos bairros São Domingos, Cidade Jardim e Dona Judith.

A cidade ainda investiga a notificação de duas mulheres de 42 e 34 anos que viajaram para os Estados Unidos. Elas moram no Jardim Thelja e Alvorada.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Nova Odessa monitora uma paciente de 32 anos que voltou da Alemanha. A mulher teve febre e dor de garganta na última quinta-feira.

Ela procurou atendimento em um hospital particular de Campinas e cumpre isolamento de 14 dias em casa. A Vigilância Epidemiológica esteve na residência da paciente para coleta de material para testagem de coronavírus.

De acordo com o boletim mais recente enviado pela Prefeitura de Sumaré, do dia 15 de março, os pacientes com suspeita na cidade têm entre 10 e 61 anos. São cinco homens e cinco mulheres, todos com viagens recentes para o exterior ou contato com pessoas sob suspeita.

Leitos hospitalares

O Hospital Municipal de Nova Odessa informou que conta com três leitos para pacientes, sendo dois deles para pessoas estáveis e um para usuários que precisarem de ventilação mecânica.

Na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko, em Sumaré, há quatro leitos de UTI para isolamento de pessoas suspeitas de coronavírus em estado grave. A unidade conta também com mais dois isolamentos para suspeitos com sintomas leves.

O Hospital Municipal de Hortolândia suspendeu cirurgias eletivas e, dessa forma, passou a ter 12 leitos de isolamento para coronavírus.

O HM de Americana não tinha as informações definidas sobre leitos nesta segunda-feira. A prefeitura de Santa Bárbara não respondeu as informações sobre os pronto-socorros.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” fala sobre a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, e seus impactos nas cidades que fazem parte da RPT (Região do Polo Têxtil). Ouça:

{{1}}

Publicidade