08 de agosto de 2020 Atualizado 09:07

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

COVID-19

CDP de Americana tem 17 servidores afastados por causa do coronavírus

Cinco testaram positivo para o vírus e os outros 12 estão com suspeita, segundo a SAP; presídio teve duas mortes registradas

Por Rodrigo Alonso

28 jul 2020 às 21:20 • Última atualização 28 jul 2020 às 21:39

O CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana tem 17 servidores afastados com confirmação ou suspeita do novo coronavírus (Covid-19). A informação foi revelada pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) na noite desta terça-feira (28), ao LIBERAL.

Desses funcionários, cinco testaram positivo para o vírus: três por meio de exame de biologia molecular, o chamado PCR, e dois em teste rápido. Os outros 12 estão com suspeita da doença.

Instituto Butantan realizou testes em massa na unidade na semana passada – Foto: Arquivo / O Liberal

Há ainda seis servidores que foram afastados por estarem com Covid-19 e já retornaram ao trabalho. Em contrapartida, dois agentes morreram vítimas do coronavírus: Celso Luiz Prado, no último dia 20, e Vanderlei de Almeida, em 23 de junho.

Entre a última quinta e sexta-feira, o Instituto Butantan realizou uma testagem em massa com os funcionários do CDP, mas os resultados ainda não saíram.

Nesta terça, em razão desses casos registrados no presídio, os servidores compraram um atomizador para realizarem a desinfecção da unidade. Eles adquiriram o aparelho com recursos próprios.

HORTOLÂNDIA
Em Hortolândia, existem três servidores afastados com suspeita no CDP 3 e outros três no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) 3. Na Penitenciária 2, teve um funcionário diagnosticado com o coronavírus, mas que já voltou ao trabalho.

Na Penitenciária 3, seis servidores contraíram a Covid-19. Um deles é Osmar Donizeti Zeneratto, que morreu após um mês internado. Os outros cinco se recuperaram e já voltaram ao serviço. Também tem sete funcionários afastados com suspeita.

“Todo servidor com suspeita de diagnóstico da Covid-19 está devidamente afastado sob medidas de isolamento em sua residência, conforme orientações do Comitê de Contingência do Coronavírus, e a secretaria acompanha seu quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para sua recuperação”, diz a SAP, em nota.

Entre os presos, há 25 casos confirmados no CPP, 24 na Penitenciária 2 e dois na Penitenciária 3. Desses, oito estão em isolamento, 42 já retornaram ao convívio e um recebeu alvará de soltura.

“Nos casos suspeitos entre os presos, o paciente é isolado e a Vigilância Epidemiológica local é contatada. Os servidores em contato com o paciente devem usar mecanismos de proteção padrão, como máscaras e luvas descartáveis. Se confirmado o diagnóstico, além de continuar seguindo os procedimentos indicados, o preso será mantido em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento”, afirma a secretaria.

A pasta comunicou que segue as determinações do Centro de Contingência do Coronavírus e avalia permanentemente o direcionamento de ações para o enfrentamento do problema.

“Medidas de higiene e distanciamento preconizados pelos órgãos de saúde foram aplicadas, foram suspensas as atividades coletivas; a limpeza das áreas foi intensificada; a entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo funcional foi restringida; foi determinada a quarentena para os presos que entram no sistema prisional; realizado o monitoramento dos grupos de risco; ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete e distribuição de equipamentos de proteção individual”, aponta.

Podcast Além da Capa
O contexto da DRS (Diretoria Regional de Saúde) de Campinas definiu o avanço de todos os seus municípios à fase laranja do Plano São Paulo, conforme anúncio do Estado feito nesta sexta-feira (24). Entretanto, quais são as particularidades que dão o contexto de Americana, em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), neste momento? Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com os repórteres George Aravanis e Rodrigo Alonso sobre tal cenário.