20 de abril de 2024 Atualizado 21:18

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa ampliam vacinação para crianças de 3 e 4 anos

Anúncio acontece após Estado receber nova remessa do imunizante CoronaVac, que será utilizado para o público desta faixa etária

Por Lucas Ardito*

30 de setembro de 2022, às 18h26 • Última atualização em 30 de setembro de 2022, às 18h27

Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa ampliam, a partir desta segunda-feira (3), a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 3 e 4 anos, com ou sem comorbidades. Serão necessárias duas doses, com 28 dias de intervalo entre elas.

Isso acontece após o governo estadual anunciar o recebimento de 2 milhões de vacinas CoronaVac, produzidas pelo Instituto Butantan. Em agosto, Santa Bárbara já havia iniciado a imunização desta faixa-etária em pessoas pertencentes ao grupo prioritário. Americana e Nova Odessa, no entanto, começam a vacinar todas as crianças de uma vez.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) afirmou que a CoronaVac é segura para essa idade e autorizou seu uso emergencial em julho. Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, esse é o imunizante mais utilizado entre pessoas de 3 a 17 anos.

Para receber a primeira dose, as crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis, com documentos que comprovam o parentesco e comprovante de endereço atualizado. Também é necessário portar CPF, caderneta de vacinação e certidão de nascimento ou RG.

Até o momento, incluindo as doses de reforço, Americana aplicou 589.535 unidades da vacina, enquanto Santa Bárbara chegou a 459.061 e Nova Odessa 143.250 doses. A vacinação acontece nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) das cidades, sem necessidade de agendamento prévio.

*Estagiário sob supervisão de Guilherme Magnin.

Publicidade