26 de maio de 2024 Atualizado 17:04

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

DENGUE

Em estado de emergência, Nova Odessa passa de 2 mil casos de dengue

Ao todo, são 2.048 casos confirmados, o que representa 3,3% dos habitantes; município tem o quadro mais grave da doença na RPT

Por Gabriel Pitor

23 de abril de 2024, às 07h52 • Última atualização em 23 de abril de 2024, às 09h18

Segundo a prefeitura, foram realizadas mais de 4 mil visitas a residências e 2,5 mil mutirões para orientações e para recolher materiais - Foto: Prefeitura de Nova Odessa/Divulgação

Desde março deste ano em estado de emergência devido a um decreto da prefeitura, Nova Odessa passou neste fim de semana da marca de 2 mil casos confirmados de dengue. Considerando o número de contaminados e a população, o município tem o quadro mais grave da doença na RPT (Região do Polo Têxtil).

Segundo dados do painel de monitoramento da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Nova Odessa chegou nesta segunda-feira (22) a 2.048 casos confirmados.

Isso representa 3,3% dos habitantes da cidade, que tem população de 62.019, de acordo com o Censo 2022 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A porcentagem é, disparada, a maior da região, seguida por Santa Bárbara d’Oeste com 0,96% – são 1.760 positivados e população de 183.347.

Em números absolutos, Nova Odessa só tem menos confirmados que Sumaré com 2.253, o que representa 0,8% dos habitantes (279.545).

Ainda conforme informações do Estado, o menor município da RPT não registrou óbitos por conta da dengue, mas três mortes estão sendo investigadas. Americana e Santa Bárbara são as únicas que tiveram óbitos devido à doença – uma em cada.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Iniciativas

Ao LIBERAL, a Prefeitura de Nova Odessa destacou iniciativas que têm sido feitas, desde o início do ano, no enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus.

Foram realizadas mais de 4 mil visitas a residências e 2,5 mil mutirões para orientações e para recolher materiais considerados inservíveis.

Também foram promovidas, com autorização da Sucen (Superintendência Estadual de Controle de Endemias), ações de nebulização em 24 pontos da cidade, totalizando 152 quadras e 4.671 imóveis “dedetizados”.

Por fim, o Pronto Atendimento Municipal do Jardim Alvorada foi transformado em Centro Temporário de Acolhimento de Dengue.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Por sua vez, na RPT, já são mais de 7,8 mil casos confirmados. Nos últimos dias houve aumento na quantidade de óbitos em investigação, chegando a 16: três em Americana, três em Nova Odessa, quatro em Sumaré e seis em Hortolândia.

A situação da dengue na região

Casos confirmadosÓbitosÓbitos em investigação
Americana95313
Santa Bárbara d’Oeste1.76010
Nova Odessa2.04803
Sumaré2.25304
Hortolândia82506
RPT7.839216

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade