11 de agosto de 2020 Atualizado 23:10

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

AMERICANA

Prefeitura vai gastar R$ 193 mil a menos que o previsto com compra de testes da Covid-19

Compra dos testes para diagnóstico da doença foi concluída em Americana por R$ 75 mil

Por André Rossi

15 jul 2020 às 08:37 • Última atualização 15 jul 2020 às 10:25

A Prefeitura de Americana concluiu a compra de três mil testes rápidos para detectar o novo coronavírus (Covid-19), ao custo de R$ 75,1 mil. O valor ficou R$ 193,9 mil abaixo do estimado pela secretaria de Saúde na abertura da licitação, em 25 de junho, que era de R$ 269 mil.

A homologação das duas empresas vencedoras do processo licitatório foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira. A Quality Medical Comércio e Distribuidora de Medicamentos fornecerá 2.700 testes por R$ 66.150, ou seja, cada um por R$ 24,50.

Já os outros 300 testes serão disponibilizados pela Health Care & Duble por R$ 30 a unidade, com custo total de R$ 9 mil. A quantia atende ao que determina a lei complementar 123/2016, que reserva cota de até 25% para microempresas em licitações.

De acordo com a prefeitura, variações dos valores de mercado durante o processo licitatório fizeram com que a compra ficasse abaixo do orçamento inicial. A contratação foi feita através da modalidade pregão eletrônico.

O teste adquirido é o IgG/IgM, que detecta anticorpos no organismo do paciente e mostra se ele já teve contato com o coronavírus. Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), para ser efetivo, o exame deve ser feito, geralmente, após o décimo dia do início dos sintomas.

Os testes serão aplicados para profissionais da saúde em atividade na atenção primária em hospitais, pronto-socorros e unidades de pronto atendimento.

Também podem ser testados trabalhadores da segurança pública em atividade, pessoas com síndrome gripal que morem na mesma casa de um profissional da saúde ou segurança, e idosos sintomáticos com 60 anos ou mais.

A testagem será realizadas prioritariamente em pacientes com quadro respiratório agudo, desde que se enquadram nos critérios epidemiológicos acima citados.

“O Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi e o Pronto Atendimento Zanaga já estão realizando a testagem, de acordo com o protocolo e o município está estudando iniciar em unidades básicas um plano piloto para testagem”, informou a prefeitura.

Essa é a segunda aquisição de testes rápidos realizadas pela administração do prefeito Omar Najar (MDB). A primeira foi em abril, também com três mil testes. Já em maio, a cidade recebeu 2.160 testes rápidos do Ministério da Saúde.

Podcast Além da Capa
Totalmente paralisado na região desde o início da quarentena de combate ao novo coronavírus, o setor de eventos ainda está “no escuro” sobre quando as atividades poderão ser retomadas, ainda que de forma parcial. Além da indefinição, uma série de dificuldades surgiram por conta da situação. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi sobre o panorama do segmento em Americana e região.