21 de janeiro de 2021 Atualizado 10:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Prefeitura de Americana vai comprar 3 mil testes rápidos

Administração municipal estima investir aproximadamente R$ 269 mil na aquisição dos exames

Por Leonardo Oliveira

25 jun 2020 às 08:56 • Última atualização 25 jun 2020 às 11:33

A Prefeitura de Americana abriu nesta quarta-feira um processo licitatório para a compra de três mil testes rápidos para detectar o novo coronavírus (Covid-19). A administração estima investir aproximadamente R$ 269 mil na aquisição dos testes.

A informação consta no Diário Oficial de Americana desta quarta-feira. Segundo a administração, eles serão aplicados em profissionais da saúde em atividade na atenção primária em hospitais, prontos-socorros e unidades de pronto-atendimento da cidade.

A administração estima investir aproximadamente R$ 269 mil na aquisição dos testes – Foto: Governo do Estado de SP

Também se enquadram entre os aptos para participar da testagem trabalhadores da segurança pública em atividade, pessoas com síndrome gripal que morem na mesma casa de um profissional da saúde ou da segurança, e idosos com 60 anos ou mais.

Além de fazer parte de um dos grupos citados acima, é necessário que o paciente esteja com um quadro respiratório agudo, com sensação de febre, acompanhada de tosse, dor de garganta, coriza ou dificuldade respiratória.

O teste a ser comprado é o IgG/IgM, que detecta os anticorpos no organismo do paciente e mostra se ele já esteve contato com o novo coronavírus. Para ser efetivo, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), deve ser aplicado, geralmente, após o décimo dia do início dos sintomas.

A contratação será feita através da modalidade pregão eletrônico. O cadastramento das propostas está marcado para acontecer, de maneira online, às 13 horas do dia 1 de julho. A empresa que oferecer o menor valor e preencher os requisitos previstos no edital, vai fornecer o material.

Em abril, a Prefeitura de Americana já havia comprado 3 mil testes rápidos para ajudar na identificação dos casos suspeitos da doença. A administração também recebeu, em maio, 2.160 testes rápidos para diagnóstico do novo coronavírus do Ministério da Saúde.

Publicidade