12 de junho de 2024 Atualizado 17:19

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

IMPASSE

Clientes dizem que Gocap não cumpre cronograma de pagamento

Empresa diz que investidores têm de fazer aceite de cronograma para início de pagamento; clientes contestam

Por Gabriel Pitor

20 de maio de 2024, às 07h29

Clientes que alegam ter sido prejudicados em investimentos feitos na Gocap, intermediadora de ativos com sede em Americana, apontam que a empresa não tem cumprido os cronogramas de pagamento que foram anunciados em março deste ano. Os prejuízos das pessoas ouvidas pelo LIBERAL chegam até R$ 500 mil.

À reportagem, a Gocap ressaltou a importância de os investidores habilitados fazerem o aceite dos cronogramas propostos, inclusive com envio das documentações necessárias — o que não tem acontecido em alguns casos.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em julho de 2023, clientes buscaram a Justiça após não conseguirem sacar valores que foram aplicados nas carteiras para serem investidos no mercado de criptomoedas.

No mesmo mês, a SSP (Secretaria Estadual da Segurança Pública) informou que seria instaurado um inquérito policial para investigar possível crime de estelionato. Esta investigação foi arquivada neste ano após parecer do MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo).

A Gocap alega que os valores dados pelos investidores estão sendo bloqueados pela corretora Binance, considerada a maior do mundo no mercado de criptomoedas e que enfrenta escândalos financeiros nos Estados Unidos.

Após a criação do Marco dos Criptoativos, em junho de 2023, a Binance passou a impor novas condições para a liberação dos investimentos. Isso porque a nova legislação buscou dar mais rigor à segurança das operações com criptomoedas, para se evitar atividades como lavagem de dinheiro.

Sede da Gocap, na região central de Americana – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

Ainda de acordo com a corretora, mesmo com os clientes entregando a documentação e buscando a verificação, a Binance continuou travando a liberação dos valores. Por isso, foi necessário criar cronogramas para pagar todos os clientes gradativamente.

Porém, leitores procuraram a reportagem para reclamar do não cumprimento dos cronogramas, bem como dos valores propostos nos reembolsos. Um homem, que não quis se identificar, contou que sua família tem, ao todo, R$ 300 mil investidos em carteiras.

A sua esposa, depois de ter recebido um cronograma, foi orientada a fazer um boletim de ocorrência e após representação ao CEO da Gocap, Maxciel Cavalheiro, o seu cronograma teria sido cancelado. A intermediadora diz que isso “nunca aconteceu”.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Já o cliente recebeu um documento informando que receberia, inicialmente, apenas um terço do valor investido e que as parcelas começariam em 2025. Diante disso, o homem respondeu o e-mail pedindo informações sobre o reembolso, mas não teve resposta.

A família, então, buscou Maxciel nas redes sociais, mas de acordo com o homem, todos foram bloqueados.

“Quando a saiu a matéria no LIBERAL, sobre os pagamentos, foi uma luz no fundo do poço para a gente. Mas enviaram um cronograma para pagar um terço do valor que eu investi. Ou seja, para receber o valor todo demoraria muitos anos. A gente praticamente perdeu esse dinheiro, essa é a verdade”, lamentou, em referência a uma publicidade veiculada pelo jornal.

Por sua vez, uma cliente, que também não quis se identificar, relatou que investiu R$ 500 mil e que recebeu três cronogramas sem orientações de como recusar ou aceitar. Até então, ela não recebeu qualquer parcela.

“Parece que nunca vai receber e parece que é mentira. A gente não consegue acreditar que esse dinheiro existe. A gente tenta tirar dúvidas, perguntar, renegociar, mas não consegue contato”, afirmou.

O LIBERAL teve acesso aos cronogramas enviados a essas pessoas, bem como ao texto que acompanha o corpo do e-mail. Em nenhum momento, é citada a necessidade de aceite, nem os documentos necessários para isso.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

A Gocap, no entanto, ressaltou a importância do aceite para o início do pagamento e afirmou que 15 clientes já estão recebendo as parcelas, sendo que a meta é chegar a 30 até maio. Por sua vez, os clientes que não concordarem com os termos do cronograma receberão na sequência. Os que ingressaram com ações serão respondidos por via judicial.

Quanto aos valores propostos nos cronogramas, ajustados de acordo com o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor), a intermediadora alega que estão dentro da possibilidade de pagamento da empresa atualmente. A situação pode ser resolvida imediatamente se a Binance desbloquear os montantes investidos.

Por fim, a empresa destacou que o caminho para tirar dúvidas ou resolver problemas relacionados aos cronogramas é, exclusivamente, por meio do e-mail relacionamento01@gocapinteligente.com.br, de segunda à sexta-feira, das 10h às 15h.

Publicidade