30 de maio de 2024 Atualizado 17:14

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

É campeão

Rio Branco vence a Francana e conquista a Série A4 do Campeonato Paulista

Tigre já havia vencido o duelo de ida e ganhou de novo neste domingo, fora de casa, por 2 a 1, com gols de Raphael Lopes

Por Guilherme Magnin

12 de maio de 2024, às 12h29 • Última atualização em 12 de maio de 2024, às 16h09

Elenco e comissão recebem a taça de campeão e comemoram em Franca – Foto: Igor do Vale / Ag. Paulistão

O Rio Branco conquistou o título do Campeonato Paulista da Série A4. Jogando em Franca, no estádio Doutor Lancha Filho, o Lanchão, na manhã deste domingo (12), no segundo confronto da decisão, o Tigre venceu a Francana por 2 a 1 e, como já havia ganhando a ida por 2 a 0 na ida, em Americana, ficou com a taça. Ambos os times já haviam subido para a Série A3 por terem chegado à decisão.

O jogo começou agitado, com os donos da casa tentando desde o início o gol, a fim de reverter a vantagem da equipe americanense. Logo aos 6 minutos, Cauã Rocha aproveitou sobre de escanteio, mas bateu para fora.

Jogadores comemoram o primeiro gol do Tigre no jogo – Foto: Alex Santos / @macario_studio

No lance seguinte, aos 7, Wagninho, do Rio Branco, recebeu em profundidade no contra-ataque, mas bateu fraco e o goleiro Vinicius Cima defendeu.

Aos 21, o Tigre teve grande chance com David Lazari, que recebeu pela direita e bateu cruzado, errando o alvo por pouco. Aos 39, o lateral Braian foi quem desperdiçou boa chance, quando cruzou mal pelo lado direito.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

No entanto, o time visitante seguia melhor no duelo e marcou aos 41 minutos. Após jogada pela esquerda, Raphael Lopes dominou na entrada da área e bateu cruzado para fazer 1 a 0, ampliando a vantagem do Rio Branco.

O elenco campeão da Série A4 – Foto: Alex Santos / @macario_studio

Segunda etapa

No segundo tempo, a Francana voltou melhor e decidida a correr atrás do prejuízo. O time pressionou e, logo no primeiro, minuto Lucas acertou a trave do goleiro Eder.

Aos 8, porém, não teve jeito: veio o empate. Breno recebeu pela esquerda dentro da área, saiu cara a cara com o goleiro e bateu rasteiro para empatar em 1 a 1.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O gol deu novo ânimo à Francana, que partiu em busca da virada e teve boa chance aos 23, quando Lucas chutou forte e quase fez.

O Tigre respondeu aos 25, quando David Lazari deu o passe para Vitinho, que avançou pelo lado direito e chutou torto, mandando para fora.

Jogadores do Tigre comemoram o título junto com torcedores em Franca, neste domingo – Foto: Igor do Vale / Ag. Paulistão

Aos 44 minutos, o atacante Raphael Lopes anotou o segundo dele e do Rio Branco no jogo, completando para as redes após cruzamento da direita e jogando um balde de água fria nas pretensões da equipe de Franca, que ainda sonhava com a virada. Fim de jogo, vitória por 2 a 1 e título para o Tigre da Paulista.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Trajetória

As duas equipes finalistas já haviam conseguido o acesso à Série A3 do Campeonato Paulista de 2025, mas a Francana chegou como favorita antes do primeiro jogo, por ter feito a melhor campanha da Série A4 até então, o que lhe dava vantagem em caso de igualdade no placar agregado dos jogos.

Lance do jogo entre Francana e Rio Branco, neste domingo – Foto: Alex Santos / @macario_studio

O time avançou nas quartas de final e nas semifinais com quatro empates sem gols, dois contra o União Barbarense e dois com o Ska Brasil, respectivamente. Já o Tigre reverteu duas situações adversas antes da final, nas quais os rivais também tinham a vantagem da igualdade no marcador, contra o Taquaritinga (3 a 1 no agregado) e o XV de Jaú (4 a 1 no total).

Em entrevista ao canal da FPF (Federação Paulista de Futebol) após a conquista do título deste domingo, o técnico Raphael Pereira enalteceu a conquista riobranquense, lembrando das dificuldades ao longo do campeonato.

“A gente conseguiu, em muitos jogos difíceis, reverter algumas situações como visitante, e hoje não seria diferente. Sempre com muito respeito à Francana, mas a gente sabia do nosso potencial”, comentou o treinador.

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade