01 de março de 2021 Atualizado 20:18

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PRÉ-TEMPORADA

Com tempo de sobra para treinar, Tigre vai avaliar de 3 a 4 atletas por semana

Rio Branco planeja iniciar os treinamentos em março, de olho na Bezinha, que deve começar apenas no segundo semestre

Por Rodrigo Alonso

18 fev 2021 às 14:49

O Rio Branco terá tempo de sobra para treinar até o início do Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, a popular Bezinha, que deve começar apenas no segundo semestre. O time pretende iniciar a preparação já no próximo mês e planeja, num primeiro momento, avaliar de três a quatro jogadores por semana, segundo o treinador Marcos Campangnollo.

Ele contou que haverá avaliação apenas de atletas “bem indicados”, mediante agendamento. “A gente está pretendendo trazer de três a quatro atletas para ir avaliando, para não encher muito o grupo, por semana”, disse o técnico ao LIBERAL.

Haverá avaliação de jogadores “bem indicados”, diz Campangnollo – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Durante a preparação, o comandante também poderá conhecer melhor os jogadores já contratados pelo clube. “Teremos um tempo hábil para que a gente possa conhecer cada um, as características de cada um, porque praticamente 80% da equipe é nova. Pretendemos conhecê-los minuciosamente”, afirmou.

A diretoria já anunciou 16 atletas para esta temporada. Apenas um deles, o atacante Rodrigo Guimarães, não vai se apresentar ao Tigre em março, pois está emprestado ao Velo Clube.

Os demais são os goleiros Diego e Felipe Ramos; os laterais Bruno Franco e Pimentel; os zagueiros Gabriel Franco, Léo Cruz, Machado e Vitão; os volantes Cristiano, Gustavo Gomes e João Pedro; os meias Bruninho, Luis Antonio e Renan; e o atacante Miqueas.

Quatro deles trabalharam com Campangnollo no Rio Branco em 2020: Felipe Ramos, Pimentel, Machado e Luis Antonio. Outros integrantes do elenco também foram comandados pelo treinador em outras ocasiões, como Cristiano, na Matonense, e João Pedro, no Rio Claro.

A princípio, o Tigre imaginava que a Bezinha começaria em abril, assim como foi nos anos anteriores à pandemia, e pretendia iniciar a pré-temporada em 8 de fevereiro. Mas no último dia 2, em reunião com os clubes, a FPF (Federação Paulista de Futebol) sinalizou que o campeonato só teria início a partir de julho.

O posicionamento da entidade fez o Rio Branco mudar seu planejamento e adiar a apresentação do plantel. Porém, mesmo assim, o período de treinamentos será maior do que o clube projetava inicialmente.

“É um pouco desgastante ficar muito tempo treinando, mas a gente vai saber dosar os treinamentos, dosar o trabalho no dia a dia, e também para a gente já criar um corpo, criar uma estrutura”, apontou Campangnollo.

Publicidade