06 de dezembro de 2021 Atualizado 14:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

NOVA FASE

Bens do União Barbarense serão vendidos para o 1º que oferecer o lance mínimo

Sem propostas dentro do prazo de concorrência pública, leilão passa a ser na modalidade "venda direta"

Por Rodrigo Alonso

20 out 2021 às 17:50 • Última atualização 20 out 2021 às 17:51

Sem propostas dentro do prazo de concorrência pública, o leilão dos bens do União Barbarense passa a ser na modalidade “venda direta” até 20 de janeiro de 2022. Dessa forma, nesse período, as acomodações do clube serão vendidas para a primeira pessoa que oferecer o lance mínimo de R$ 18,5 milhões.

Estádio Antonio Guimarães está entre as propriedades leiloadas pela Justiça – Foto: Arquivo / O Liberal

Até as 14 horas desta quarta-feira (20) havia uma concorrência pública pelas propriedades, que incluem o estádio Antonio Lins Ribeiro Guimarães e a sede social. Ao final dessa fase, todas as propostas formalizadas nesse período seriam enviadas à Justiça para a homologação da melhor delas.

Porém, não houve nenhuma oferta, segundo o leiloeiro, o corretor Adílio Gregório Pereira. Então, automaticamente, o leilão entrou na fase de venda direta.

Interessados devem fazer suas propostas para o endereço de e-mail contato@galeriapereira.com.br. O edital está disponível no site da empresa Galeria Pereira.

A Vara do Trabalho de Santa Bárbara d’Oeste colocou os imóveis em leilão em virtude de um processo piloto composto por cerca de 80 ações trabalhistas contra o clube, que totalizam uma cobrança de aproximadamente R$ 15 milhões.

Publicidade