23 de janeiro de 2022 Atualizado 20:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Sumaré

Familiares e amigos se despedem de casal de Sumaré que morreu em Capitólio

Maicon Douglas de Osti e Camila da Silva morreram em desabamento de um rochedo em Capitólio

Por Paula Nacasaki / Talita Bristotti

10 jan 2022 às 09:02 • Última atualização 10 jan 2022 às 18:16

Maicon Doulgas de Osti e Camila da Silva foram velados e enterrados nesta segunda-feira – Foto: Paula Nacasaki / O Liberal

O casal de namorados Maicon Douglas de Osti e Camila da Silva, vítimas do desabamento de um rochedo que faz parte de um cânion em Capitólio, em Minas Gerais, foi velado e enterrado nesta segunda-feira (10) em Sumaré.

Maicon completaria 25 anos neste domingo (9) e estava de férias do trabalho. Ele foi para Capitólio celebrar o aniversário junto com a namorada, de 18 anos, e a família dela. Carmem Pinheiro, mãe de Camila, e o namorado Geovany Teixeira da Silva, de 37 anos, também estão entre as vítimas do acidente. O adolescente Geovany Gabriel Oliveira da Silva, filho de Geovany, também faleceu.

O desabamento do rochedo deixou 10 mortos. O acidente aconteceu no sábado. Em balanço divulgado por volta das 20h deste domingo, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que foram resgatados dois corpos que estavam desaparecidos e pedaços de corpos. As buscas serão retomadas nesta segunda.

Maicon e Camila namoravam há cerca de 2 anos – Foto: Facebook / Reprodução

Avó de Maicon, Marlene Carvalho de Osti, 63 anos, conta que o neto era um homem muito bom. “Ele era muito amado e carinhoso com a gente. Era muito trabalhador, demais. Não dá nem para explicar a bondade dele com a família e todos”, contou.

“Não tem explicação, a família está buscando força em Deus para conseguir caminhar”, disse a avó.

Tio de Camila, Reginaldo Machado disse ao LIBERAL que o casal era muito conhecido na região do Matão e lamentou a tragédia. Segundo ele, Maicon e Camila namoravam há cerca de 2 anos.

Reginaldo contou que Maicon fazia trabalho voluntário. Junto de empresários do bairro, ele entregava presentes para crianças carentes no final de ano.

Enterro marcou a despedida do casal – Foto: Paula Nacasaki / O Liberal

Colega de trabalho de Maicon, o mecânico diesel Michael Anderson Ferreira Pontes disse que o jovem era “cheio de vida”.

“Estava construindo uma carreira brilhante tanto no profissional como no pessoal. Era um rapaz cheio de alegria, cheio de sorriso no rosto, gostava de aproveitar a vida e era participativo. Maicon era muito querido pelas pessoas”, lembrou.

As vítimas identificadas oficialmente até o momento:

  • Maycon Douglas de Osti, 24 anos
  • Camila da Silva Machado, 18 anos
  • Sebastião Teixeira da Silva, 64 anos
  • Marlene Augusta Teixeira da Silva, 57 anos
  • Geovany Teixeira da Silva, 37 anos
  • Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14 anos
  • Thiago Teixeira da Silva Nascimento, 35 anos
  • Julio Borges Antunes, 68 anos
  • Rodrigo Alves dos Anjos, de 40 anos – piloto da lancha

De acordo com apuração do site de notícias g1, Marlene e Sebastião eram casados. Eles eram pais de Geovany Teixeira, que era pai de Geovany Gabriel e tios de Thiago. Julio Borges era amigo da família.

A outra vítima do acidente em Capitólio é Carmen Pinheiro, de 43 anos, mãe de Camila.

Publicidade