23 de fevereiro de 2021 Atualizado 23:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Santa Bárbara

Vereador quer CEI para apurar demora por cirurgia em Santa Bárbara

Daniel Santana aguarda por uma cirurgia desde agosto do ano passado

Por Leonardo Oliveira

17 fev 2021 às 07:45

A situação do técnico de informática Daniel Hauan Santana, de 30 anos, pode ser alvo de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) na Câmara de Santa Bárbara d’Oeste. Ele aguarda por uma cirurgia desde agosto do ano passado e teme perder a sua perna sem o procedimento médico.

O LIBERAL contou a história dele no último dia 10. A prefeitura informou que prestou todo o atendimento médico necessário e que o cadastrou no sistema Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), do Estado.

Já o governo estadual rebateu, dizendo que o encaminhamento só havia chegado no dia 9 de fevereiro, após a reportagem questionar o município. Depois da matéria ser publicada o vereador Eliel Miranda (PSD) iniciou as tratativas para viabilizar uma CEI.

“Agora, imagina quantos casos deve ter igual. Porque não é só colocar no Cross, tem que manter relatório, exames. A partir desse caso, a ideia é investigar se foi um caso pontual, se tem outros casos e como nós podemos melhorar”, disse o parlamentar ao LIBERAL.

São necessárias sete assinaturas para que a comissão seja instaurada. Até o momento, Eliel diz ter conseguido cinco, dos vereadores Celso Ávila (PV), Nilson Araújo Radialista (PSD), Isac Motorista (Republicanos) e Felipe Corá (Patriota), além do próprio Eliel, que propõe a CEI.

Agora, são necessárias mais duas assinaturas, que o vereador quer buscar até a sexta-feira, quando pretende protocolar a comissão na câmara.

Histórico
Um acidente de trânsito em 2019 mudou a vida do técnico de informática Daniel Hauan Santana, de 30 anos. O morador de Santa Bárbara coleciona, desde então, internações em unidades de saúde da cidade e aguarda, desde julho do ano passado, por uma cirurgia na perna para poder voltar a andar.

O técnico estava desempregado na época do acidente, em abril daquele ano, e fazia um “bico” como motoboy quando foi atingido por um veículo. O resultado foi uma fratura dos fêmures, o pé esquerdo quebrado e uma luxação no joelho direito.

A reportagem questionou a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste na noite desta terça-feira sobre a tentativa do vereador de instaurar uma CEI sobre o assunto, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem.

Publicidade