03 de março de 2021 Atualizado 23:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Santa Bárbara

Técnico de informática aguarda há sete meses por cirurgia

Daniel Hauan Santana, de 30 anos, espera pelo procedimento na perna para poder voltar a andar

Por Leonardo Oliveira

10 fev 2021 às 07:43 • Última atualização 10 fev 2021 às 10:13

Um acidente de trânsito em 2019 mudou a vida do técnico de informática Daniel Hauan Santana, de 30 anos. O morador de Santa Bárbara coleciona, desde então, internações em unidades de saúde da cidade e aguarda, desde julho do ano passado, por uma cirurgia na perna para poder voltar a andar.

O técnico estava desempregado na época do acidente, em abril daquele ano, e fazia um “bico” como motoboy quando foi atingido por um veículo. O resultado foi uma fratura dos fêmures, o pé esquerdo quebrado e uma luxação no joelho direito.

Daniel sofre com dores constantes – Foto: Ernesto Rodrigues / O Liberal

Foi operado no Hospital Santa Bárbara e passou a utilizar uma prótese que, segundo Daniel, foi colocada de maneira errada, por isso precisou voltar para receber atendimento médico na rede pública de saúde de Santa Bárbara. No retorno, descobriu que pegou uma bactéria.

“Para tratar a bactéria precisava esperar o osso crescer, então esperei até fevereiro de 2020”, disse ao LIBERAL.

Daniel teve alta em maio, com o compromisso de voltar nas semanas seguintes para retirar uma fixadora que foi implantada em sua perna, que não foi tirada até hoje e causa dores na perna ao paciente. Em junho, passou novamente com um ortopedista, que teria dito que ele precisava passar por cirurgia em hospital de alta complexidade.

Segundo Daniel, naquele mês foi feito o pedido de cirurgia ao Estado via Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde). Em dezembro voltou para o Hospital Santa Bárbara e seu caso foi alterado para “urgente”, segundo o reclamante.

Desde então aguarda por uma ligação para agendar o procedimento. Atualmente, Daniel não consegue andar e vê a situação das pernas piorarem. O medo dele é perdê-las. “Minha perna tá ficando escura, já faz um tempo que não tenho psicólogo para deitar e dormir porque dói e me sinto mal”, acrescentou ao LIBERAL.

Resposta
Questionada, a Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste informou que todo o atendimento médico foi prestado desde o primeiro momento e que o paciente está cadastrado no sistema Cross desde 6 de agosto de 2020.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Paralelo a isso, o município faz todo o acompanhamento do caso, prestando o apoio e atendimento quando necessário, e inclusive cobrando a Cross para o atendimento de alta complexidade”, diz a nota enviada ao LIBERAL.

Já o Estado informou que não consta nenhuma solicitação pendente no nome do paciente no sistema Cross.

“O Departamento Regional de Saúde (DRS) de Campinas esclarece que recebeu do município somente na data de hoje (9), o mesmo encaminhamento emitido em 06 de agosto de 2020. Agora, o DRS auxiliará na regulação do caso para serviço de referência”, diz a nota.

Publicidade