27 de fevereiro de 2024 Atualizado 09:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Santa Bárbara

Programa em Santa Bárbara orienta pacientes recém-diagnosticados com câncer

Iniciativa é voltada a mulheres e homens, e pais de crianças com a doença

Por Ana Carolina Leal

16 de março de 2023, às 07h52

A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Santa Bárbara d’Oeste lançou um programa para orientar pacientes recém-diagnosticados. A iniciativa, denominada “Eu Estou com Câncer e Agora?”, é voltada para homens e mulheres adultos e pais de crianças que têm câncer. Trata-se de um projeto piloto aberto para moradores do município e região.

Superintendente de administração geral da Rede Feminina, Carla Bueno explica que a iniciativa tem como objetivo capacitar pacientes sobre a doença com informações como tipos e locais de tratamento, direitos das pessoas com câncer, importância do acompanhamento nutricional e de fisioterapeuta, necessidade de mudanças de hábitos e estilo de vida, entre outros esclarecimentos que colaboram para o aumento das chances de cura.

Sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer: informações para os pacientes – Foto: Junior Guarnieri / LIBERAL

“Em Santa Bárbara, quando um paciente é diagnosticado com câncer tem o nome inserido na lista de regulação de vagas. Ele volta para casa e fica esperando alguém ligar. Com esse programa, nossa pretensão é que o próprio médico das unidades de saúde ou hospitais do município, quando darem um diagnóstico, encaminhem o paciente para rede feminina porque até que ele seja chamado pela regulação, terá a oportunidade de saber o que é a doença, o que pode fazer para amenizar algum sintoma, como a alimentação pode contribuir no tratamento, entre outros”, afirma Carla.

Segundo a superintendente, muitas vezes, quando um paciente é contatado pela Cross (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), mantido pelo governo estadual, para então iniciar o tratamento, já perdeu 20 ou 30 kg, o que reduz as chances de cura.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“O mote principal desse programa é capacitar, criar um protagonismo tanto para o paciente como para quem cuida dele para que enquanto ele espera se fortaleça clinicamente e emocionalmente para que tenha mais chances de vencer a doença”, enfatiza Carla.

O projeto consiste em quatro encontros realizados sempre às quartas, das 8h30 até 11 horas. O primeiro aconteceu ontem. Para participar, os pacientes devem entrar em contato pelo telefone (19) 3455-2303 até às terças. O programa será realizado até o final de junho com possibilidade de ser ampliado.

Publicidade