13 de junho de 2024 Atualizado 20:59

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MEIO AMBIENTE

Moradores reclamam de despejo irregular de esgoto na região do Vista Alegre, em Santa Bárbara

Esgoto tomou conta de uma área de mata e tem contaminado córrego ao lado; DAE afirma que irá consertar vazamento nesta quinta

Por Gabriel Pitor

06 de junho de 2024, às 07h40

Moradores do Jardim Aranha Oliveira, na região do Vista Alegre, em Santa Bárbara d’Oeste, têm reclamado do mau cheiro e poluição causados por um despejo irregular de esgoto em uma área de mata entre a Rua Theodoro Bataglia e a Avenida Marginal Roberto Pyles, ao lado de um piscinão e da Estrada do Barreirinho.

Área de mata foi tomada pelo esgoto na região do Vista Alegre – Foto: Marcelo Rocha/Liberal

Ao LIBERAL, o DAE (Departamento de Água de Esgoto) disse que a execução da manutenção do vazamento na rede de esgoto está programada para esta quinta-feira (6). Por sua vez, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) informou que acompanha o caso e aguarda um retorno da autarquia quanto ao conserto.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Nesta semana, integrantes de um grupo de moradores do Jardim Aranha Oliveira procuraram a reportagem para reclamar da situação.

Segundo eles, o despejo acontece há semanas, o que tem gerado preocupações quanto às consequências para o meio ambiente e a saúde dos moradores do entorno.

“À noite, o cheiro de esgoto é muito forte. Chega a ser insuportável. A mata é protegida e está inundada de esgoto. O que a gente sabe é que o DAE estava fazendo algumas obras ali, mas a gente não sabe se o vazamento surgiu disso”, disse a professora Rosana Souza Costa, 41, uma das integrantes do grupo.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

O LIBERAL foi até o local no início da tarde desta quarta (5) e constatou que o despejo é de grande porte. Há uma área extensa de mata que está inundada pelo esgoto, semelhante a um mangue, com forte cheiro. Esse vazamento já criou lodo em sua superfície, um indicativo de que a água contaminada não é movimentada há algum tempo.

Devido à quantidade, o vazamento criou um curso natural em meio à vegetação e tem caído em um córrego que passa ao lado e abastece o piscinão.

Além disso, ao lado do piscinão, há uma caixa de passagem da rede de esgoto que transbordou por conta de um entupimento nas tubulações.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Nesta quarta, o DAE realizou uma inspeção na área, mas o ponto de entupimento não foi encontrado. A autarquia irá retornar com máquinas, nesta quinta (6), para fazer uma avaliação mais detalhada. A Cetesb deverá ser informada sobre as causas e os reparos necessários para sanar o problema.

Publicidade