22 de maio de 2024 Atualizado 19:29

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Com mais cinco infectados, Região do Polo Têxtil chega a 13 casos da variante Delta

Em uma semana, foram dois novos casos em Hortolândia e em Nova Odessa, além de um outro em Santa Bárbara

Por Pedro Heiderich

09 de setembro de 2021, às 16h00 • Última atualização em 09 de setembro de 2021, às 18h24

Com mais cinco infectados, a região chegou a 13 casos confirmados de moradores com a variante Delta do novo coronavírus (Covid-19). As informações são da SES (Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo).

Em uma semana, foram confirmados mais dois novos casos em Hortolândia e em Nova Odessa, além de um outro em Santa Bárbara d’ Oeste.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Até o último dia 2, a RPT (Região do Polo Têxtil) tinha oito casos da variante Delta, sendo seis em Hortolândia, um em Santa Bárbara e um em Sumaré.

No intervalo de sete dias, Hortolândia passou a ter oito casos, Santa Bárbara tem dois, Nova Odessa, que não tinha nenhum, também tem dois, e, por fim, Sumaré segue com um. Apenas Americana não registrou casos da variante até o momento.

A variante Delta é classificada como uma variante de preocupação por conta de sua alta transmissibilidade.

Na semana passada, foi confirmada a primeira morte pela Delta no Estado. A vítima era uma idosa de 74 anos, que morava em Piracicaba.

Gosta de descontos? Conheça o Club Class, do LIBERAL

Balanço do Centro de Vigilância Epidemiológica identificou, até quarta-feira (8), 1.409 casos de Delta no Estado de São Paulo.

Tirando a Capital, com 802 registros, Jaguariúna é a segunda cidade com mais casos, com 32, atrás apenas de Itapevi, com 37.

Em toda a RMC (Região Metropolitana de Campinas) são 69 registros da Delta. São os 13 casos da RPT e os 32 de Jaguariúna, mais oito em Campinas, cinco em Itatiba, quatro em Vinhedo, três em Monte Mor, três em Pedreira e um em Valinhos.

“As medidas seguem cruciais para combater a pandemia do coronavírus: uso de máscara, higienização das mãos, distanciamento social e a vacinação contra a Covid-19”, encerra a pasta.

A reportagem questionou as prefeituras sobre os casos. Hortolândia respondeu que este tipo de informação cabe ao Estado. Nova Odessa disse ainda não ter sido notificada. A Secretaria de Saúde de Santa Bárbara afirmou que mantém toda a rede preparada para a realização da vigilância e do atendimento dos casos de Síndromes Gripais e de Síndromes Respiratórias Graves, independentemente da variável circulante. A pasta não revelou detalhes dos casos confirmados da Delta, “visando a preservação do sigilo e da confidencialidade”. Sumaré não respondeu.

Publicidade