25 de julho de 2021 Atualizado 16:40

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

POLÊMICA

Suspensa desde março, locação de chácaras em Nova Odessa é liberada

Decreto proibia a locação; prefeitura diz que fase de transição permite retomada

Por Pedro Heiderich

18 Maio 2021 às 17:25 • Última atualização 18 Maio 2021 às 20:14

O prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD) voltou a permitir a locação de chácaras e afins para festas em Nova Odessa. Decreto proibia a locação para evitar aglomerações, com direito a multa. Nesta terça-feira (18), o prefeito revogou o decreto integralmente.

Questionada, a prefeitura enviou nota em que o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Fábio Soria, afirmou que o decreto da suspensão, de 26 de março, foi publicado quando Nova Odessa estava na fase emergencial do Plano São Paulo do Governo do Estado.

Proibição visou evitar colapso na saúde e lockdown, disse prefeito – Foto: Prefeitura de Nova Odessa

“Naquele período, as atividades em chácaras e afins estavam totalmente vedadas. Com a passagem para a fase de transição do Plano São Paulo, tais atividades podem ser retomadas, com limite de 30% da capacidade e observância de todos os protocolos sanitários”, alega.

O decreto proibia a locação de salões de festas, chácaras de recreio e afins, para eventos e festas que geram aglomerações. A proibição se estendia também a festas e eventos particulares de proprietários de chácaras e afins.

Além de cassação de alvará, a medida previa multa de R$ 290 a R$ 290 mil. Na ocasião, Leitinho disse que a medida foi tomada para evitar colapso no sistema de saúde e fazer com que a cidade não precise aderir ao lockdown.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

A prefeitura diz ter recebido denúncias no período de proibição, “que não se comprovaram: eram famílias confraternizando entre si, com som alto, por isso não houve autuações”.

‘A vida vale mais que qualquer coisa’, diz vereador

O vereador Wagner Morais (PSDB) disse ver com muita preocupação a liberação de festas e eventos em chácaras. Para o tucano, afrouxar as regras de restrições pode fazer as pessoas entenderem que está tudo liberado e que a pandemia do coronavírus está controlada.

“Não é a realidade, depois das flexibilizações a região teve alta nas internações. Sei que as pessoas que alugam esses imóveis precisam da renda e que todos estão cansados de ficar em casa, mas esperamos até agora. Estamos vacinando, de forma lenta, mas mais perto do fim”.

Morais encerra. “Podemos e devemos esperar mais. Em breve, estaremos liberados para reunir família e amigos, com todos à mesa. Temos muitas famílias chorando a perda de entes queridos, e é esse sofrimento que queremos evitar. A vida vale mais que qualquer coisa”.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Na RPT (Região do Polo Têxtil), as prefeitura de Hortolândia e Santa Bárbara d’Oeste mantiveram a permissão de festas e eventos em chácaras, e relatam fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias nos locais.

As prefeituras de Americana e Sumaré também foram questionadas a respeito, mas não responderam.

Publicidade