09 de julho de 2020 Atualizado 13:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

QUARENTENA

Hortolândia registra recorde de denúncias de aglomeração

Comandante da guarda alerta para aumento de “reuniões clandestinas” e pede colaboração da população

Por André Rossi

23 jun 2020 às 08:17 • Última atualização 23 jun 2020 às 08:35

Hortolândia registrou entre sexta-feira (19) e domingo (21) um total de 77 denúncias sobre perturbação de sossego e aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados. O número é um recorde, de acordo com a Guarda Municipal.

Um dos pontos de maior reclamação foi a Av. Antonio da Costa Santos, no Jd. Nova América – Foto: Prefeitura de Hortolândia / Divulgação

Até então, o maior número de casos havia acontecido no final de semana retrasado, com 76 ocorrências. Já durante o “feriadão” de Corpus Christi foram 70 chamadas atendidas. Desde janeiro deste ano, a Guarda Municipal registrou 1. 454 chamadas ligadas a este tipo de delito.

A comandante da corporação, Michele Cardena Quinte, reforça que é necessária a colaboração da população para combater a proliferação do novo coronavírus (Covid-19).

“Os números só aumentam e as reuniões clandestinas acontecem em diferentes espaços públicos, parques, praças e chácaras por toda a cidade. A situação é preocupante, estamos atravessando uma pandemia e necessitamos da colaboração das pessoas”, disse Michele.

Um dos pontos de maior incidência neste final de semana foi a Avenida Antonio da Costa Santos, no Jardim Nova América. “Muitas guarnições foram deslocadas até o local para orientar e dispersar a população que estava se aglomerando com som alto”, contou a comandante.

Casos de aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser denunciados à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Podcast Além da Capa
O mais festejado dos cinco títulos mundiais da seleção brasileira? A resposta é subjetiva, mas a conquista da Copa do Mundo de 1970, no México, completa 50 anos sem ter ameaçado seu lugar no Olimpo do futebol. O ambiente de Americana naqueles dias de junho pauta essa edição do Além da Capa. O editor Bruno Moreira conversa com o repórter Rodrigo Alonso, além de contar com a contribuição de convidados.