Hortolândia cria grupos de WhatsApp para que idosos não se sintam solitários

Diariamente, sugestões e dicas do que fazer no período da quarentena serão passados aos integrantes dos grupos


A preocupação com a saúde mental dos idosos neste período de quarentena fez com que a Prefeitura de Hortolândia criasse uma rede de solidariedade para manter contato com a melhor idade. Diversos grupos foram disponibilizados no WhatsApp com aulas e sugestões de atividades para realizar em casa.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Foto: Prefeitura de Hortolândia/Divulgação
Atividades são sugeridas através dos grupos de WhatsApp

A iniciativa é feita através do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), órgão da prefeitura. A rede conecta os idosos e oferece, via telefone, conforto aos que precisam de ajuda. Há quatro linhas disponíveis: (19) 97404-9551, 98848-1029, 999816276 e 995671221.

Nos grupos, são compartilhados diariamente sugestões, dicas de exercícios físicos e outras atividades que o público pode realizar neste período.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

A coordenadora do CCMI Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga, explica que a preocupação é em ocupar o tempo dos idosos, que em muitos casos, já se sentem desesperados com a situação. “Pensamos no tempo que os idosos terão que ficar fechados em casa e, na maioria dos casos, sozinhos. Então, criamos estas interações com o objetivo de manter contato diário com eles, para que não se sintam ‘esquecidos’ e solitários”, explicou Fernanda.<

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora