27 de fevereiro de 2021 Atualizado 11:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

DENÚNCIAS

Guarda municipal de Campinas aposta em aumento de denúncias após casos de maus-tratos

Para comandante da corporação, caso de crianças encontradas vivendo em condições de maus-tratos nesta terça tem relação com menino achado em barril

Por Milton Paes

10 fev 2021 às 17:25 • Última atualização 10 fev 2021 às 17:39

O comandante da Guarda Municipal de Campinas, Márcio Frezarin, diz acreditar que o caso do menor resgatado em Campinas, acorrentado e nu dentro de um barril, após denúncias de maus-tratos, pode ter colaborado para levar os guardas municipais nesta terça-feira (9) a um apartamento no residencial do Jardim Santa Cruz.

Uma denúncia anônima feita à guarda apontava que crianças seriam mantidas pela mãe em situação precária e em condições de maus-tratos. O autor da denúncia ainda afirmou que a mulher seria usuária de drogas e o local não teria condições de higiene, exalando mau cheiro.

Mãe foi levada para a delegacia após guardas encontrarem crianças vivendo em condições inapropriadas – Foto: Wagner Souza / Futura Press / Estadão Conteúdo

No apartamento, os patrulheiros encontraram gêmeos de quatro anos e uma criança de um ano ano vivendo em um ambiente com falta de higiene, lixo espalhado pela casa, comida estragada e condições inapropriadas de moradia.

“Cinco crianças foram recolhidas ao abrigo do município. Um adolescente de 13 anos foi entregue à irmã da mãe, que já cuida desse adolescente. As crianças recolhidas foram uma de um ano, gêmeos de 4 anos, uma de 6 anos e outra de 9 anos. A mãe foi conduzida à delegacia de polícia sozinha, pois o pai não foi localizado. Foi feito um boletim de ocorrência de maus tratos e ela foi liberada pela autoridade policial”, comentou o comandante.

Em entrevista ao LIBERAL, Frezarin disse acreditar que o caso desta terça-feira tenha relação com o caso do menino achado dentro do barril.

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

“Acredito que em razão daquela situação do garoto acorrentado aqui no município, abriu um pouco o olho da comunidade em razão do sofrimento desse menor”, afirmou o comandante.

Crianças foram encontradas em casa com situação degradante em Campinas – Foto: Guarda Municipal de Campinas / Divulgação

“O telefone de emergência da Guarda Municipal, pelo número 153, está à disposição para denúncias, seja contra crianças, contra idosos e pessoas enfermas que são maltratadas”, finaliza.

Publicidade