19 de abril de 2021 Atualizado 14:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Pandemia

Concessionárias mostram como é feita a desinfecção nos ônibus no Terminal Central de Campinas

SetCamp realizou demonstração do trabalho feito diariamente nos veículos do transporte publico coletivo

Por Milton Paes

07 abr 2021 às 21:42

O SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) e as concessionárias de ônibus do município fizeram na manhã desta quarta-feira (7), no Terminal Central de Campinas, uma demonstração de como é realizada a desinfecção dos ônibus do sistema de transporte público coletivo.

O nebulizador atomizador a frio, que também é utilizado para desinfecção de ambiente hospitalar, expele um desinfetante à base de cloreto de benzalcônio, que foi testado e aprovado em laboratório pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), além de ter registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O produto cria micropartículas nas superfícies dos veículos, como uma película protetora, que realiza uma completa desinfecção da área.

O produto é recomendado por ser um agente exterminador de vírus e tem duração de até quatro dias. A nebulização ocorre diariamente no interior dos veículos, após a realização da limpeza frequente na parte interna, externa e no sistema de ar-condicionado. O produto é aplicado nas poltronas, balaústres, pega-mão, bagageiros, encostos de banco, revestimentos laterais, piso e teto.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O uso do equipamento é mais um reforço nas ações para proteger os usuários e motoristas de ônibus contra a Covid-19.

O presidente da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), Ayrton Camargo e Silva, acompanhou a demonstração e parabenizou as empresas concessionárias.

“Essa ação é da maior importância para mostrar à população que as concessionárias, assim como o poder público, procuram fazer todo o possível para conter o vírus. É um desafio para todos, e mostrar o que é feito também funciona como uma ação educativa, pois mostra a responsabilidade de cada um neste processo de conter a pandemia”, disse.

Atualmente, o sistema de transporte público coletivo de Campinas possui frota patrimonial de 814 veículos, distribuídos em 186 linhas.

Publicidade