Protagonismo marca a carreira política de Cauê

Filiado ao PSDB desde os 16 anos, Cauê Macris chegou à presidência da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo com apenas 33 anos


Filho do deputado federal Vanderlei Macris (PSDB) e filiado ao partido do pai desde os 16 anos, Cauê Macris (PSDB) começou cedo na vida pública. Da base do PSDB de Americana local até o cargo de governador do Estado de São Paulo neste domingo, Cauê teve protagonismo por onde passou.

Em 2002, três anos depois de filiado, foi eleito presidente da Juventude do PSDB de Americana. Em 2004 disputou sua primeira eleição para vereador e se elegeu como o oitavo mais votado da cidade. Já no seu segundo mandato foi eleito presidente da câmara para o biênio 2010/2011.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Cauê Macris foi empossado como governador em exercício neste domingo

Com 66.412 votos, Cauê garantiu uma cadeira como deputado estadual em 2010 e acabou escolhido por dois anos consecutivos (2013 e 2014) como relator do Orçamento Estadual de São Paulo. Ainda em 2014 entrou para a história como o mais jovem líder eleito para comandar a bancada do PSDB no parlamento.

LEIA: Cauê assume como governador e vem a Americana anunciar verba
LEIA: Governador, Cauê virá de helicóptero a Americana nesta segunda

Cauê se reelegeu deputado, cresceu dentro da legenda e foi convidado para ser líder do governo na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) pelo então governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Entre os projetos aprovados sob sua liderança estão os empréstimos com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), criação de quatro frentes do Programa Via Rápida do Emprego e aumento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para cerveja e cigarro, que possibilitou zerar impostos sobre arroz e feijão.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Cauê Macris é o primeiro americanense a assumir o cargo de governador do Estado de São Paulo

Aos 33 anos, foi eleito presidente da Alesp com 88 dos 94 votos. Já neste ano foi reconduzido para a presidência da Casa e ocupará o posto até 2021.

“Mostra que Americana tem pessoas que têm feito história em vários setores. E na vida pública também tem pessoas que tem galgado patamares importantes na vida política do Estado”, afirmou Cauê.

“Meu pai presidiu a Alesp, eu presidi duas vezes e agora a oportunidade de assumir o governo de São Paulo e sentar na cadeira mais importante do Estado, no comando político do maior Estado da Federação. Acho que isso é muito importante para a cidade, para todos nós americanenses. Não tenho dúvida nenhuma de que é motivo de orgulho para todo mundo”, completou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora