13 de junho de 2024 Atualizado 17:58

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

POLÍTICA

Molina desiste de concorrer à Prefeitura de Americana e aceita cargo no Estado

Empresário será assessor na Casa Civil; convite teria sido feito pelo governador Tarcísio de Freitas

Por Gabriel Pitor

10 de junho de 2024, às 20h31 • Última atualização em 11 de junho de 2024, às 10h50

Ricardo Molina está fora da corrida pela Prefeitura de Americana em 2025. O empresário confirmou no início da noite desta segunda-feira (10) que aceitou o cargo de assessor técnico de gabinete na Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo e, com isso, não participará da eleição municipal deste ano. O convite teria sido feito pelo governador Tarcísio de Freitas, que é do mesmo partido de Molina, o Republicanos.

Ricardo Molina desistiu da candidatura para prefeito – Foto: Marcelo Rocha / Liberal

“Agradeço ao governador Tarcísio pela confiança. Sei o quanto ele acredita na parceria entre o Estado e as prefeituras para levar à população de São Paulo os projetos do governo estadual. Nessa função, vou dialogar com prefeitos, vereadores, secretários e lideranças para o desenvolvimento do nosso Estado”, comentou o empresário.

O LIBERAL procurou a assessoria da Casa Civil, que informou que a nomeação deve ser oficializada nos próximos dias por meio do Diário Oficial do Estado.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Molina vai trabalhar com o secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Lima. A secretaria assessora o governador em suas atribuições, especialmente na coordenação, planejamento e execução de diretrizes e políticas relativas à integração das ações governamentais.

É a segunda vez que o empresário desiste da pré-candidatura à chefia do Executivo americanense. Em 2020, ele também chegou a colocar o seu nome à disposição para o pleito, mas voltou atrás para ser candidato a vice-prefeito, em chapa encabeçada por Rafael Macris (PP), que recebeu 19.573 votos e foi derrotada por Chico Sardelli (PL), com 40.014. Maria Giovana Fortunato (PDT) também ficou à frente, com 29.562.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Por sua vez, em 2022, Molina se candidatou a deputado estadual e obteve 52.214 votos, figurando como terceiro suplente da sigla, que elegeu uma bancada de oito deputados para a Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo).

Com a desistência do empresário em concorrer neste ano, a disputa pela Prefeitura de Americana, no momento, ficará condicionada a quatro candidatos: Chico Sardelli, que tenta a reeleição, Maria Giovana, Adriano de Oliveira (Psol) e Vagner Malheiros (Novo). Entretanto, há expectativa de que Omar Najar (MDB) participe do pleito, embora ele ainda não tenha confirmado.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Publicidade