17 de junho de 2024 Atualizado 14:39

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

REFORMA E AMPLIAÇÃO

Investimento no aeroporto de Americana pode chegar a R$ 40 milhões

Além da obra já autorizada pelo governo federal, prefeitura quer construir novos hangares e prolongar pista

Por Rodrigo Alonso

08 de junho de 2024, às 08h23

O investimento na reforma e ampliação do aeroporto de Americana pode ir além dos R$ 16 milhões já autorizados pelo governo federal. De acordo com a administração municipal, a ideia é realizar a obra em etapas e os recursos investidos podem chegar a um total de R$ 40 milhões.

A informação foi divulgada pela prefeitura nesta sexta-feira (7), durante visita de autoridades ao local, entre elas o prefeito Chico Sardelli (PL), o vice Odir Demarchi (PSD) e o deputado federal Cezinha de Madureira (PL).

Primeiro, haverá o alargamento e a recuperação da pista de pouso e decolagem, bem como a recuperação da faixa de pista e pátio de aeronaves, drenagem, regularização de áreas de segurança e auxílios à navegação aérea, entre outros serviços.

Autoridades visitaram o aeroporto nesta sexta-feira – Foto: Claudeci Junior

Essas intervenções já foram autorizadas pelo MPor (Ministério de Portos e Aeroportos), conforme o LIBERAL noticiou nesta quinta, e o valor será custeado integralmente pelo governo federal, com verba do FNAC (Fundo Nacional de Aviação Civil).

Porém, cabe à prefeitura abrir a licitação para a realização da obra. A administração pretende assinar a ordem de serviço em outubro. Dessa forma, a conclusão deve acontecer em 2025.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

No entanto, essa reforma seria apenas uma primeira etapa do projeto – com valor total estimado em cerca de R$ 40 milhões – que a prefeitura tem para o aeroporto.

Segundo Levi Rossi, administrador do aeroporto, o Executivo também irá recursos federais para construção de cerca de 20 hangares num terreno ao lado, que antes era do IZ (Instituto de Zootecnia) e hoje pertence ao município. Atualmente, há 28 hangares no aeroporto.

Essa outra fase da obra também contemplaria o prolongamento da pista, que passaria de 1,1 mil metros de comprimento para 1,6 mil.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Melhorias

De acordo com Levi, com as melhorias já autorizadas pelo governo federal, o local poderá receber voos comerciais para conexão com outros aeroportos, inclusive de outros estados.

“Poderíamos ser um braço para outro aeroporto, para outro estado, com aeronaves menores, como é feito em Jundiaí, através do Azul Conecta, com aeronaves de 12 lugares, por exemplo. Aqui, comportaria tranquilamente”, disse.

Ele também destacou a implantação do sistema visual indicador de rampa de aproximação, denominado Papi. Isso possibilitará que as aeronaves pousem em Americana mesmo em condições de tempo desfavoráveis.

Ainda segundo o administrador, o aeroporto não vai parar durante as obras. Só haverá a interrupção do funcionamento em horários pré-estabelecidos, a depender do serviço que estiver sendo executado.

“Vamos ter de abrir um Notam (sigla em inglês para Aviso aos Aeronavegantes) no sistema de navegação intercalando horários, com horários permitindo operação e horários bloqueando”, afirmou.

Operação regional

A expectativa da prefeitura é que, com as reformas previstas, o aeroporto se torne, de fato, um ponto regional de transporte aéreo.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

De acordo com o Executivo, o município também tende a se desenvolver economicamente, com atração de novas empresas do setor e aumento na demanda de serviços, uma vez que o aeroporto deverá ter mais hangares e mais aeronaves circulando.

“Assim como é Sorocaba e Campo dos Amarais, em Campinas, será Americana, atendendo a região”, comentou Chico.

Publicidade