20 de abril de 2021 Atualizado 17:22

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Em 24 horas, ocupação de UTI no Hospital Municipal salta de 54% para 96%

Na terça-feira, 14 pacientes estavam em leitos intensivos, número que saltou para 25 nesta quarta-feira

Por Marina Zanaki

07 abr 2021 às 17:22

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com o novo coronavírus (Covid-19) no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, em Americana, voltou a ter ocupação próxima da máxima nesta quarta-feira (7).

Na terça (6), a taxa estava em 54%, com 14 dos 26 leitos intensivos ocupados. Nesta quarta, no entanto, constam mais 11 pacientes na UTI, uma taxa de ocupação de 96%, com apenas um leito livre.

O LIBERAL mostrou esta semana que o Hospital Municipal recebeu cinco novos respiradores enviados pelo Ministério da Saúde, reforço que “aliviou” o sistema de saúde. Contudo, mesmo com a ampliação da capacidade, houve nova lotação.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

A prefeitura ainda aguarda para esta semana a chegada de 12 novos respiradores, comprados com recurso destinado pela câmara.

O número de internados em leitos de enfermaria no HM caiu de terça para quarta-feira, passando de 42 para 31 pacientes.

Particulares
Os três hospitais particulares de Americana com leitos para coronavírus seguem com 100% de ocupação dos leitos de UTI nesta quarta-feira, taxa que registram desde o dia 17 de março.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

São 17 internados na terapia intensiva no São Lucas, 13 pacientes no São Francisco e outros 35 na Unimed.

A taxa geral de ocupação de leitos intensivos no município voltou a subir com o aumento de internados no HM. Ontem, estava em 87%, com 79 leitos ocupados. Já nesta quarta-feira subiu para 99%, com 90 leitos ocupados e apenas um livre, no Hospital Municipal.

Os leitos de enfermaria estão com 100% de ocupação e 96 pacientes internados. Na terça-feira, eram 100 pessoas em leitos sem respirador, de um total de 105 vagas na cidade.

“A quantidade de leitos disponíveis para UTI e enfermaria está oscilando dia a dia, conforme o remanejamento de leitos contingenciais de cada unidade hospitalar. Isto para que seja possível atender a demanda de pacientes, conforme a necessidade da assistência, tanto para Covid-19 como para outras urgências, emergências e agravos”, explicou a prefeitura.

Mortes
O boletim desta quarta-feira informou três novas mortes provocadas por coronavírus, totalizando 397 vítimas desde o início da pandemia. Veja detalhes dos pacientes:

  • homem, 60 anos, morador do bairro Cariobinha, portador de doença cardiovascular crônica, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 31 de março;
  • mulher, 74 anos, moradora do bairro Santa Maria, sem informações de doenças preexistentes, que estava internada em hospital particular e faleceu no dia 6 de abril;
  • homem, 73 anos, morador do bairro Frezzarin, portador de diabetes, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 7 de abril.

O município também teve confirmados 89 novos casos positivos e sete suspeitos. O quadro geral da Covid-19 em Americana é de 14.149 casos positivos, sendo 27 internados, 397 óbitos, 409 em isolamento domiciliar, 13.316 recuperados e 86 casos suspeitos aguardando resultados de exames.

Publicidade