21 de novembro de 2020 Atualizado 18:18

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

Convenção confirma Welington Rezende como vice de Maria Giovana

Além do PDT e do Patriota, também integra o grupo a Rede Sustentabilidade

Por André Rossi

12 set 2020 às 17:53 • Última atualização 12 set 2020 às 18:01

O vereador Welington Rezende (Patriota) foi confirmado neste sábado (12), na convenção de seu partido, como vice-prefeito na chapa encabeçada pela vereadora Maria Giovana Fortunato (PDT) à prefeitura de Americana.

A coligação recebeu o nome de “Você Tem Opção”. Além do PDT e do Patriota, também integra o grupo a Rede Sustentabilidade, que tem como principal nome o ex-presidente da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana), Dimas Zulian.

Wellington Rezende será o vice da chapa com Maria Giovana – Foto: Claudeci Junior / Câmara de Americana

A chapa de vereadores do PDT tem 29 nomes. Já a da Rede Sustentabilidade conta com 20 candidatos, enquanto a do Patriota tem 19.

De acordo com Welington, o acordo com Maria Giovana foi encaminhado na noite de sexta-feira (11) e selado no final da manhã deste sábado. Ele citou a “proximidade de ideias” com a vereadora como fundamental para a decisão.

“O principal motivo é o projeto para a cidade. É a ideologia de trabalho dela, que é parecida com a minha. A gente tem essa proximidade de ideias, então foi uma decisão tranquila”, disse Welington.

O candidato a vice-prefeito revelou que o presidente da câmara e pré-candidato a prefeito, Luiz Carlos Cezaretto, o Luiz da Rodaben (Cidadania), também participou da negociação. Entretanto, o colega teria a intenção de ser o vice de Maria Giovana, mas não houve acordo e a negociação fracassou.

“Ele queria ser o vice e aí não houve acordo. Acabou eu entrando na jogada, me colocando como vice. Não era minha intenção. Eu vinha para vereador, mas no fim deu tudo certo”, comentou Welington.

Em entrevista ao LIBERAL, Rodaben disse que sua intenção era “caminhar junto com Welington”. O Cidadania realiza sua convenção nesta segunda-feira (14) e um eventual apoio ao pré-candidato a prefeito Chico Sardelli (PV) não está descartado.

“O Welington acabou fechando com ela e eu estou aqui, quietinho. Não sei se fico lá ou em outro lugar. Com qualquer partido há condição de alinhamento, mas a situação de seguir junto com o Welington ficou mais difícil”, ponderou Rodaben.

Coligação
Em entrevista ao LIBERAL na manhã deste sábado, após a convenção do PDT, Maria Giovana explicou que tomou a decisão de não se alinhar com muitos partidos porque entende que isso é “ruim para a política”.

“A gente tomou a decisão de uma coligação para mostrar para a população de Americana que há uma opção diferente do que tudo que a gente vê por aí, diferente da política que domina nossa cidade há 20 anos”, disse a candidata a prefeita de Americana.

Publicidade