29 de setembro de 2021 Atualizado 00:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Chico cobra empenho de prefeitos pela despoluição da Represa de Salto Grande

Prefeito apelou para que cidades da RMC ampliem os índices de tratamento de esgoto a fim de reduzir a poluição das águas do reservatório

Por Ana Carolina Leal

21 jul 2021 às 07:39

O prefeito de Americana, Chico Sardelli (PV), fez um apelo aos chefes dos Poderes Executivos da RMC (Região Metropolitana de Campinas) para que ampliem os índices de tratamento de esgoto em seus municípios a fim de reduzir a poluição das águas do reservatório de Salto Grande. O pedido foi feito nesta terça-feira (20) durante reunião do Conselho de Desenvolvimento da região, em Indaiatuba.

“A represa de Salto Grande, que compõe a Praia Azul e a Praia dos Namorados, recebe o esgoto in natura de 18 municípios que estão a montante da cidade de Americana. Hoje, só nós pagamos a conta. É importante que nossos pares que aqui estão comecem a pensar nessa solução do tratamento de esgoto de seus municípios para que Americana possa também ter um pouquinho de oxigênio e de água limpa, para que este reservatório seja recuperado o mais rápido possível”, disse.

Em reunião com prefeitos da RMC, Chico cobrou empenho pela despoluição da Represa de Salto Grande – Foto: Prefeitura de Americana / Divulgação

Na ocasião, o prefeito destacou ainda a responsabilidade compartilhada na preservação dos recursos hídricos da região. “Como nós de Americana estamos fazendo todos os esforços para tentarmos resolver este problema, é importante que a região, especialmente as cidades a montante, que ajudam a causar o problema, também possam ajudar a encontrar a solução”, enfatizou.

Em visita à Câmara de Americana no mês de junho, o gerente de Meio Ambiente e Negócios de Mercado da CPFL Renováveis, Daniel Daibert, defendeu  a necessidade de ações conjuntas para por fim ao lançamento de esgoto na Represa Salto Grande. Ele esteve no Legislativo à convite dos vereadores para falar dos trabalhos realizados pela empresa para manutenção do manancial.

A represa está sob responsabilidade da CPFL Renováveis, que mantém uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica) abastecida pelo reservatório. Por conta da poluição, o grupo realiza um trabalho constante de remoção das plantas aquáticas que se acumulam no local.

Aos vereadores, o gerente da CPFL reforçou a necessidade de ações conjuntas de todos os municípios das bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí com investimentos em saneamento para acabar com o lançamento de esgoto na represa.

O manancial recebe esgoto doméstico de Americana, Atibaia, Campinas, Itatiba, Paulínia, Sumaré, Piracaia, Vinhedo, Nazaré Paulista, Nova Odessa, Bom Jesus dos Perdões e Jarinu. Esses municípios, segundo a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), drenam seus efluentes para os corpos d’água formadores do reservatório Salto Grande.

Publicidade