29 de junho de 2022 Atualizado 20:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

notícias que inspiram

Casal de aposentados cultiva plantas e frutas no Santa Maria

Parceiros de vida e de plantio, Claudete e João Geraldo Rizatto cuidam de canteiro florido na Avenida Europa

Por Jucimara Lima

24 de janeiro de 2022, às 07h43 • Última atualização em 24 de janeiro de 2022, às 08h42

Dona Claudete Rosalina Bolzan Rizatto e seu João Geraldo Rizatto, ambos de 77 anos, são dois típicos americanenses. Mesmo tendo nascido em Limeira, ela foi criada em Carioba, morou no bairro até se casar aos 20 anos e durante muito tempo trabalhou em tecelagem virando tear. Já ele, criado no Cordenonsi, foi colaborador da Unitika, além de ter sido comerciante local.

Juntos, criaram três filhos e hoje são dois aposentados saudáveis, que dedicam o tempo para cuidar das flores e frutos que plantaram na região do bairro Santa Maria, onde moram há quase 50 anos.

Apaixonada por flores, dona Claudete conversa com elas, além de elogiar e fazer carinho – Foto: Claudeci Junior / O Liberal

Da casa de esquina localizada às margens da hoje movimentada Avenida Europa, o casal viu a transformação do bairro acontecer e se recorda quando ocorreu a desapropriação da área, segundo eles, na época do ex-prefeito Ralph Biasi.

“Aqui do lado era uma casinha, aí desapropriaram e ficou esse espaço”, recorda ela, que afirma ter demorado para iniciar as obras da avenida que viria a ligar vários bairros da cidade.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Junto com o progresso, também vieram algumas mudanças no ritmo de vida dos moradores da região. Assim, a calmaria de antes deu lugar a um intenso movimento de veículos. “Essa avenida parece uma Anhanguera”, comenta ela.

Ainda assim, os ares do bairro, pelo menos na região onde eles moram, mantém uma energia diferenciada e muito se deve as flores e frutos que eles cultivam por ali há mais de trinta anos. “Nos aposentamos, então essa foi uma forma de distrair a cabeça e passar o tempo”, comentam.

Apaixonada por flores, dona Claudete conversa com as plantas, acaricia e elogia. “Dizem que plantas só vão para frente quando a gente mostra amor e eu mostro. Falo assim para elas: ‘nossa como vocês estão bonitas hoje’. Eu acho que funciona”, confessa.

A aposentada conta que sempre teve o hábito de plantar e aproveitou o espaço desapropriado ao lado da casa para colocar em prática essa paixão. “Aqui tenho rosas, cravo, crista da galo, flor da neve e outras que nem sei o nome. Tem gente que vem, colhe, pega mudinha, eu não ligo não, porque planto para compartilhar”

Unidos, dona Claudete e seu João são parceiros de vida e de plantio – Foto: Claudeci Junior / O Liberal

Paixão pela natureza

A paixão demonstrada pela esposa acabou contagiando seu João, que teve a ideia de plantar frutas no canteiro da Avenida Europa. O aposentado conta que tudo que dona Claudete não conseguia fazer sozinha, chamava ele para ajudar, e assim começou o que ambos consideram uma espécie de terapia que acaba unindo mais o casal. “Faz bem para a cabeça, né?” justificam.

Entre as árvores que já deram frutos ao longo dessas quase três décadas de cultivo, manga, acerola, pitanga e muitas outras.

“Já comemos muitas frutas desses pés. Penso que as frutas as pessoas aproveitam e fico feliz quando vejo as pessoas colhendo o que plantamos”, explica ele que ainda hoje, quando não chove, faz questão de ir regar as árvores plantadas do outro lado da avenida. “Se não molhar, a planta não pega”, explica.

SUGIRA E COLABORE
Se você conhece uma boa história que todo mundo merece saber, conte para a gente. Ela pode virar uma reportagem no LIBERAL.

  • WhatsApp: (19) 99271-2364 (clique aqui e envie a mensagem)
  • E-mail: noticiasqueinspiram@liberal.com.br
  • Telefone: (19) 3471-0301

Publicidade