Receitas com café surpreendem pelo sabor

O cafezinho fica ainda mais gostoso com dicas de preparo e ingredientes que valorizam o sabor; o barista Diego Moreno Amaro revela alguns segredos


Não há como negar que o café é uma das bebidas mais queridas pelos brasileiros. Pesquisas apontam que no País cada pessoa consome de 3 a 4 xícaras da bebida por dia em média. O Brasil, além de um grande consumidor, também é o maior produtor do grão em todo o mundo, respondendo sozinho por um terço da produção mundial.

Seja pela manhã ou depois do almoço, o cafezinho está sempre presente na vida do brasileiro. Mas mesmo uma bebida tão tradicional esconde alguns segredos e truques na hora do preparo que podem afetar diretamente o sabor final.

De acordo com Diego Moreno Amaro, barista e proprietário do Amaro Café, de Americana, a dica primordial é fazer uma pré-infusão do pó do filtro. “Num primeiro momento, utilize água quente necessária apenas para molhar o pó, levantando as bolhas e deixando agir por cerca de 20 a 30 segundos. Isso fará o gás carbônico se soltar do pó e o café vai ficar mais leve e saboroso”, apontou o especialista. Depois, basta coar o café normalmente para ter uma bebida mais gostosa.

Foto: João Carlos Nascimento_O Liberal
Diego Moreno Amaro revela alguns de seus segredinhos para extrair o melhor sabor do café

A temperatura da água também é importante: ela deve ficar entre 90º e 92º graus para tirar o máximo sabor do café. “Usar a água fervida vai queimar ainda mais o café, dando aquele gosto de queimado e amargo”. Diego dá a dica: “Se a água ferver, é bom deixar descansar um ou dois minutos, para que ela caia para a temperatura ideal”.

Foto: Danilo Reenlsober_O LIBERAL
Os ingredientes que compõem o café influenciam diretamente no sabor da bebida

Escolhendo um bom café

Um pó feito a partir de grãos selecionados e livres de impurezas vai gerar um café mais saboroso. Mas como escolher o ideal? Diego ensina que é preciso prestar atenção aos detalhes da embalagem. “Analise se o café é 100% arábica, se é de origem controlada e se possui classificação gourmet ou especial”.
Os cafés podem receber quatro tipos de classificações: tradicional, superior, gourmet ou especial. Os cafés classificados como tradicional ou superior possuem grãos menos selecionados e com mais impurezas. “O café em pó comum vendido em mercado é torrado e moído com várias impurezas como folhas, galhos e cascas. O café especial, por sua vez, tem uma torra mais clara”.
Foto: O café tradicional (esquerda) é torrado e moído com impurezas, enquanto o especial (direita), possui grãos selecionados;

Foto: Danilo Reenlsober_O LIBERAL
Brigadeiro de café

Brigadeiro de café

Ingredientes:
½ lata de leite condensado
1 café duplo (125 ml)
3 ristrettos (cápsulas)
3 tabletes de chocolate meio amargo
2 tabletes de chocolate ao leite
15 ml de cachaça de café

Modo de preparo:
Coloque os cafés no fogo até que se transformem em extrato de café. Inclua o leite condensado e misture. Acrescente os chocolates ralados e a cachaça. Misture até chegar no ponto desejado. Para decorar, use raspas de chocolate.

Fonte: Amaro Café

 

 

 

 

Foto: Danilo Reenlsober_O LIBERAL
Chantilly de café

Chantilly de café

Ingredientes:
500 ml de creme de leite
5 colheres (chá) de açúcar de confeiteiro
3 colheres (sopa) de café solúvel

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes na batedeira até alcançar o ponto desejado. Depois de pronto, pode ser mantido em geladeira por até cinco dias. Você pode utilizar para incrementar frapuccinos, milk shakes e receitas de doces em geral.

Fonte: Amaro Café

 

 

 

 

 

Foto: Divulgação
Frapuccino 

Frapuccino

Ingredientes:
50 ml de leite
100 ml de café
30g de cacau em pó
200g de gelo

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até misturar bem. Você pode servir numa taça decorada com calda de chocolate. Use o chantilly de café e o cacau em pó na finalização para dar ainda mais sabor à sua receita.
Fonte: Amaro Café

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora