Prós e contras em dar pets como presente de Natal

Responsabilidades e tempo médio de vida dos bichos devem ser levados em conta antes da compra ou adoção


O primeiro passo ao considerar presentear alguém que você ama com um pet é pensar se o estilo de vida, as condições financeiras e emocionais da pessoa são compatíveis com o bichinho. “Sem o consentimento prévio da pessoa que vai cuidar do animal, esta decisão é muito arriscada”, diz o médico veterinário Jorge Morais, proprietário da Animal Place, em São Paulo.

Também é preciso que o novo lar tenha um local apropriado para que desenvolva suas necessidades básicas, que o novo dono ofereça uma boa alimentação e cuidados veterinários, e que tenha disponibilidade de tempo para exercícios e higiene do pet.

É preciso estar atento também às necessidades de cada espécie e ao tempo de vida de cada uma. “Roedores, como o porquinho-da-índia, por exemplo, são uma boa escolha para quem vive em apartamentos ou casas pequenas e também para pessoas mais velhas”, explica o veterinário.

Confira abaixo alguns pontos positivos e negativos de adotar um pet:

Prós:

  • Pode ser uma surpresa incrível para quem gosta de pet ou crianças
  • A convivência com pets traz benefícios às crianças e aos animais, físicas e emocionais

Contras:

  • Talvez o dono precise assumir responsabilidades para as quais não está preparado ou não tem condições de cumprir
  • A percepção sobre a vida, o espaço disponível e as condições financeiras de quem receberá o presente pode não aquela que quem irá dar o presente pensou
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora