Planeje e evite perdas na execução de obras – O Liberal

Planeje e evite perdas na execução de obras

Construtora Gallo & Vieira dá dicas que mostram ser possível economizar na obra com planejamento e um projeto bem elaborado


Na construção civil, as perdas correspondem a 30% do valor da obra. O índice encarece – e muito –, a execução do projeto. Mas não precisa ser assim. Segundo Emílio Gallo Junior, diretor da Construtora Gallo & Vieira, é possível economizar na obra com planejamento e um projeto bem elaborado.

“O que encarece uma obra são as perdas que acontecem durante o processo. Então, tem que se pensar muito a nível de planejamento e mais ainda no projeto. Se ele for bem elaborado e detalhado, facilita a construção e reduz o custo”, ressalta Emílio, exemplificando que na Construtora Gallo o índice de perdas é de apenas 8%.

Foto: Adobe Stock
É possível economizar na obra com planejamento e um projeto bem elaborado

“Primeiro o projeto, em seguida o planejamento e só depois se começa a obra”, informa, dizendo que um dos erros mais comuns na construção civil é inverter os passos. “É errado começar uma obra e só depois procurar alguém para regularizar. Na maioria das vezes, isso significa retrabalho e aí a obra fica mais cara. Se tivesse sido feita corretamente desde o início, o custo teria sido menor”.

Dicas do profissional

Por que o projeto é tão importante na execução de uma obra?

A partir dele se calcula a quantidade de material exato e isso diminui a margem de erro. Nenhuma obra, independentemente do tamanho, deve ser feita sem projeto. Se tudo não estiver no papel antes, é complicado.

A escolha da mão de obra também é importante?

Sim. O controle de qualidade e produção também impacta no custo da obra e reduz as perdas. Cada profissional na sua área. A equipe correta ajuda a diminuir os custos.

Qual um erro comum que encarece a construção?

O vício de construção, que implica em executar a obra fora das especificações técnicas. Qualquer item técnico abreviado durante a execução vai resultar em efeito colateral depois da obra pronta. Aí aparecem, por exemplo, o trinco, a rachadura, infiltração e umidade. Os acabamentos começam a soltar…

Como evitar que isso ocorra?

Seguindo à risca as técnicas construtivas e também as especificações de cada produto usado na obra. Isso ajuda a evitar o retrabalho.

Dicas para não ter desperdício:

1. Contrate um profissional e tenha um projeto detalhado da obra;

2. Planeje cada etapa e saiba exatamente quanto vai gastar em cada uma das fases da construção ou reforma;

3. Se precisar fazer a obra em etapas, saiba a fase correta para parar. Isso evitará a deterioração do que já foi feito, enquanto ela não é retomada, e irá prevenir também o retrabalho;

4. Mantenha os pés no chão e execute a obra dentro do orçamento disponível, respeitando a sua capacidade de endividamento;

5. Se atente à quantidade certa de material em cada uma das fases de construção.

Fonte: Emílio Gallo Junior_Construtora Gallo & Vieira

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora