Pedras nobres valorizam espaços

Mercado de pedras apresenta novidades que estão em alta entre quem busca praticidade aliada à sofisticação e elegância


Cozinha e banheiro são ambientes que estão cada vez mais sofisticados. Para acompanhar os projetos, os revestimentos para pias e bancadas precisam estar à altura. Mas não basta o acabamento ser bonito. Tem que ser funcional e prático. Antenado a isso, o mercado de pedras apresenta novidades que estão em alta entre quem busca praticidade aliada à sofisticação e elegância.

O mármore branco paraná é uma delas. O grande diferencial dessa pedra é que ela pode ser usada na cozinha e em outros ambientes como banheiros e áreas gourmet sem o risco de manchar. Sim. Esse é o único tipo de mármore branco com indicação também para uso nessas áreas. Sua composição geológica garante resistência a manchas e, portanto, assegura a sua durabilidade.

Foto: Divulgação
As cozinhas estão cada vez mais sofisticadas e o branco na pedra das bancadas passa a imagem de sofisticação e elegância, como neste ambiente projetado por Joana Deicke e Manoela Pereira para a CasaCor RS

“A composição do mármore branco paraná é diferente do branco tradicional. Sua característica geológica o torna mais resistente e esteticamente fica muito bonito”, informa Rubens Pires Júnior, proprietário da Marmoraria Topázio. Ele chama atenção também para outra novidade que vem sendo muito empregada em projetos que pedem durabilidade e beleza. São os quartzitos.

Esse tipo de material possui alto brilho e se revela ainda mais resistente à abrasão e riscos. O produto possui vasta variedade de cor e nuances. Ele sempre existiu, mas por ser uma rocha muito dura e de difícil extração não era tão comum. “A tecnologia vem permitindo a extração das pedras mais duras. O quartzito é uma delas e já é possível encontrá-lo com mais facilidade no mercado”, explica Júnior.

Outro material muito indicado para bancadas e pias é o quartzo. O produto é sintético e por isso mesmo pode ser encontrado em muitas opções de cores, permitindo um toque a mais de ousadia nos projetos.

Moderno e muito bonito, o material, entretanto, tem algumas restrições. O quartzo não é recomendado para ambientes externos ou internos onde haja muita incidência de luz solar. O especialista Rubens Pires Junior informa que, por ser uma resina, ele pode sofrer empeno ou mudança de cor quando exposto ao sol direto.

Foto: LEANDRO FARCHI / Casa Diamante
 A composição do mármore branco com o marrom é uma forte tendência na arquitetura, pois confere ao ambiente toda a sofisticação e beleza, como nesse espaço denominado de Banho Master (Casa Diamante) pelo arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris e a designer de interiores Iara Kílaris

Dicas do profissional

O acabamento dado às pedras pode variar?
Sim. Há diversos tipos de acabamento. É possível escolher de acordo com o gosto pessoal e o ambiente ao qual ela se destina. Existe, por exemplo, o acabamento polido que dá o brilho à pedra, o acetinado que a deixa com um toque mais aveludado e o escovado.

A lâmina porcelânica pode ser usada em qualquer ambiente?
Em qualquer espaço, tanto comercial quanto residencial. Graças à sua alta durabilidade e facilidade de limpeza, é prática, moderna e permite alto acabamento em todas as superfícies.

Tem opção de cores?
Muitas. Pode ser encontrada em várias cores e espessuras. O que determina a espessura mais adequada é o ambiente onde vai ser empregada. É um material importado, de alta resistência a atritos e choques térmicos.

Fonte: Rubens Pires Júnior_Marmoraria Topázio

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora