27 de fevereiro de 2024 Atualizado 11:06

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Turismo

Cidades pérolas

Minas Gerais chama cada vez mais a atenção dos turistas, principalmente pela sua gastronomia e belezas naturais

Por Rafaela Eufrosino – Queissada

22 de outubro de 2023, às 09h39

Quem não ama viajar e conhecer novos lugares? O Brasil é um país de dimensões continentais, no qual é possível desfrutar de quase todos os tipos de paisagens e climas. Entretanto, há um local que cada vez mais chama a atenção dos viajantes: Minas Gerais.

O Estado apresenta um desempenho acima da média de atividades turísticas de 43,6% em comparação com o período pré-pandêmico, segundo o Núcleo de Estudos Econômicos da Fecomércio – MG, destacando-se como o primeiro destino dos brasileiros.

A pesquisa ainda revela que Minas Gerais lidera a procura pelo turismo em meio a natureza, pontuada por 74% dos respondentes e a comida caseira citada por 73%. Entre as possibilidades das atividades ao ar livre, cachoeiras e trilhas destaca-se também a peregrinação. No documentário “Um mochileiro na Estrada Real”, somos convidados a conhecer o interior de Minas Gerais (MG) na perspectiva do peregrino Richard Oliveira, durante uma caminhada de 38 dias, um total de 726 km percorrido.

“As estradas muitas vezes são difíceis, principalmente para quem se propõe a conhecer a pé, entretanto, revelam povoados charmosos com muita história, cultura e hospitalidade, o que torna essa experiência inesquecível. Nesse primeiro documentário, retrato o Caminho Velho da Estrada Real, antiga rota histórica do Brasil, que conecta Minas Gerais ao litoral do Rio de Janeiro, passando por São Paulo. E, recentemente, tive a oportunidade de explorar mais dois caminhos (o de Diamantes e o de Sabarabuçu) do percurso que apresento no meu novo documentário”, aborda Richard Oliveira, produtor de conteúdo do canal ‘Vida de Mochila’, do YouTube.

Um ano após o lançamento do documentário “Um mochileiro na Estrada Real” no qual está disponível gratuitamente no canal ‘Vida de Mochila’, Richard, nos apresenta cidades “pérolas” da Estrada Real que não podemos deixar de visitar! Confira:

Congonhas (MG)

Cidade que respira história e religiosidade. Entre seus charmes, destaca-se o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, Patrimônio Mundial da UNESCO, que abriga os famosos “Doze Profetas” de Aleijadinho – importante escultor, entalhador e arquiteto do período colonial brasileiro. Além disso, seu centro histórico dispõe de casarões coloniais bem preservados e igrejas barrocas que refletem a riqueza cultural e artística.

Carrancas (MG)

Conhecida por suas inúmeras cachoeiras de águas cristalinas, trilhas desafiadoras e formações rochosas impressionantes, a cidade oferece um cenário perfeito para atividades ao ar livre. Os visitantes podem explorar as grutas, como a Gruta da Fumaça, ou se refrescar nas diversas quedas d’água, como a Cachoeira da Zilda e a Cachoeira da Esmeralda. Suas ruas de paralelepípedos e a hospitalidade de seus habitantes dá há Carrancas um charme especial.

Itamonte (MG)

Já quase chegando no Rio de Janeiro (RJ), a cidade é cercada por montanhas, cachoeiras, paisagens deslumbrantes, como a de Araucária, no Pico das Agulhas Negras, no quais são de tirar fôlego e trilhas, oferecendo uma atmosfera pacífica e aconchegante.

Cunha (SP)

Rodeada pelos campos de lavanda, a paisagem se torna ainda mais especial com a presença do Parque Nacional da Serra da Bocaina, conhecida por sua rica cena artística, abrigando inúmeros ateliês de cerâmica e escultura, atraindo artistas e apreciadores da arte de todo o país. Os visitantes podem explorar as trilhas da região, relaxar em suas pousadas charmosas, e desfrutar da culinária local, que inclui pratos típicos como a truta defumada.

Milho Verde (MG)

Conhecida por ilustrar a capa do disco do cantor Milton Nascimento, a Igreja Nossa Senhora do Rosário, símbolo da cidade, também se sobressai por suas festas tradicionais e autêntica comida mineira. Suas trilhas e cachoeiras são perfeitas para aqueles que amam uma aventura na natureza.

Cocais (MG)

Pouco conhecida, seu principal destaque é o Santuário do Senhor Bom Jesus dos Cocais, com sua imponente igreja barroca e as festividades religiosas que atraem visitantes de toda a região. Ainda, sua região é cercada de cachoeiras e trilhas que convidam à exploração.

Rio Acima (MG)

Situada nas montanhas de Minas Gerais, seu centro histórico pitoresco é marcado por construções coloniais bem preservadas, como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, além das Cachoeiras do Parque Nacional Serra do Gandarela, deslumbrantes para os visitantes.

Fonte: Richard Oliveira. Entre 2017 e 2019, atravessou a América Latina sem usar avião e produziu uma WebSérie chamada #America300 com 97 episódios. Hoje, trabalha produzindo filmes para seu canal no YouTube (/VidadeMochila) e conteúdo para o seu Instagram (@vidademochila).

Publicidade