30 de maio de 2020 Atualizado 19:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Fique em Casa

Como manter pets sudáveis e ativos durante a quarentena

Brincadeiras dentro de casa, além de cuidados redobrados com a higiene e dos brinquedos estão entre as recomendações

Por Da redação

06 abr 2020 às 14:08 • Última atualização 06 abr 2020 às 14:09

Durante a quarentena e recomendações de distanciamento social em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a mudança de rotina é inevitável e ela também afeta os animais de estimação.

Especialistas alertam que alguns cuidados a mais devem ser tomados, já que a mudança brusca na rotina do animal pode causar estresse ao pet, principalmente se ele não faz as necessidades fisiológicas dentro de casa.

Passeios na rua são necessários, mas devem ter duração reduzida e é preciso tomar alguns cuidados na volta para a casa.

Foto: Imagem de bl19 por Pixabay
Pets na quarentena: saiba como mantê-los ativos e saudáveis sem descumprir as regras de afastamento social

A veterinária Adriana Souza do Santos, da clínica veterinária AmahVet, explica que não se pode isolar os pets ou deixar de manter contato com eles. “Cães e gatos não transmitem Covid-19 para os humanos de forma direta, mas se uma pessoa estiver com o vírus nas mãos e acariciar o pet, outra pessoa que tiver contato com o mesmo animal poderá se infectar”, alerta.

Por isso, algumas recomendações foram indicadas pela Organização Mundial de Saúde e pela Associação Mundial de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais. Confira:

1 – Passeios com os pets devem ser mais breves e o tutor deve procurar áreas ao ar livre e sem aglomeração de pessoas;
2 – Recomenda-se evitar o contato com outros tutores e outros pets quando sair;
3 – O mais indicado é que apenas um tutor fique responsável por passear com o cãozinho;
4 – Se o animal tiver apenas um tutor e este estiver infectado, o ideal é que o pet fique na casa de um familiar ou amigo de confiança;
5 – Ao voltar dos passeios, passe um lenço umedecido no pelo e nas patas do animal. Existem lenços antissépticos para pets, mas na falta deles é possível usar um sabão neutro comum ou lenço de bebê;
6 – Quem tem gato deve evitar as saidinhas e manter o animal em casa sempre que possível;
7 – Brinque bastante com o pet dentro de casa. Cães adoram correr em busca de brinquedos. No caso dos gatos, é indicado disponibilizar arranhadores, uma vez que arranhar ajuda aliviar estresse e ansiedade;
8- Após as brincadeiras, lave bem com água e sabão os objetos como bolinhas, bichinhos de borracha, entre outros;
9 – Não é recomendado dormir com seu pet e, por ora, evite beijos, abraços e lambidas;
10 – E por último, higienize bem as mãos após os passeios e interações com seu animalzinho.

* Estagiária Natalia Velosa, sob supervisão de Talita Bristotti