18 de abril de 2021 Atualizado 22:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Elétrico

Novo Renault Zoe chega ainda no segundo trimestre do ano; veja as imagens

Modelo ganha novo visual, além de autonomia e capacidade de recarga maiores, melhores do que dos concorrentes diretos

Por Carlo Valente / Autopress

04 abr 2021 às 12:16 • Última atualização 04 abr 2021 às 12:17

O Renault Zoe sempre foi um carro extremamente agradável de conduzir, mas penava com o limite de autonomia baixo imposto pela capacidade da bateria. Na nova fase do compacto da marca francesa, inaugurada no final de 2019, o modelo passou por uma renovação visual, ganhou novo interior e ganhou uma bateria com capacidade 25% maior, de 52 kWh.

Novo Renault Zoe – Foto: Divulgação

Com isso, seu alcance passou de regional para nacional, o que o ajudou a se firmar como o carro elétrico mais vendido da Europa em 2020, à frente do Tesla Model 3 e do Volkswagen ID.3.

Também ganhou maior nível de potência, com versões de 110 cv com 23 kgfm e 135 cv com 25 kgfm. A versão atualmente vendida no Brasil traz as especificações anteriores, com bateria de 41 kWh, 92 cv de potência e 22,4 kgfm de torque. Mas o novo Renault Zoe será apresentado por aqui ainda neste segundo trimestre de 2021.

Novo Renault Zoe – Foto: Divulgação

Nesta renovação técnica, outro elemento que ajuda a ansiedade na hora de enfrentar trechos mais longo é o aumento da capacidade do carregador interno, com 22 kW, bem superior ao de 7,4 kW presente em quase todos os seus rivais.

O sistema, chamado de Camaleão, se adapta à fonte de energia para extrair o máximo de potência possível. Ou seja: o sistema tem uma velocidade de carregamento até três vezes maior e pode ser totalmente recarregado em pouco mais de duas horas.

Novo Renault Zoe – Foto: Divulgação

Esteticamente, o novo Zoe foi refinado com um belo face-lift, mas que não revolucionou a linha, tradicionalmente mais apreciada pelo público feminino do que pelo masculino.

O design limpo ganhou uma frente mais agressiva, com para-choques com reentrâncias mais marcadas para o farol de neblina e grade inferior maior. A assinatura em led agora desenha todo o contorno do conjunto ótico. Já a traseira permaneceu praticamente inalterada. Apenas as subdivisões internas da lanterna foram alteradas.

O interior foi redesenhado, ficou ainda mais bem cuidado, com bom espaço disponível e racionalidade de instrumentação de alto nível. Os revestimentos são simples e buscam uma estética mais despojada.

Novo Renault Zoe – Foto: Divulgação

TECNOLOGIA
A central multimídia opcionalmente pode tomar um formato verticalizado, como um tablet, com uma tela “touch” de 9,3 polegadas. O painel digital ficou maior.

Um detalhe bem conveniente é o bico central da fonte de alimentação sob a logomarca, que permite estacionar com uma frente voltada para a estação de carga.

No Brasil, o Zoe é vendido em duas versões, com valores de R$ 203 mil e 205 mil.

Publicidade