13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

HB20 2023

Mais arrojado do que nunca

Hyundai impressiona com o design da terceira geração do HB20, que ainda chama atenção pelos recursos tecnológicos e de segurança

Por Guilherme Magnin

09 de julho de 2022, às 08h31 • Última atualização em 10 de julho de 2022, às 09h32

A Hyundai lançou na última terça-feira um dos veículos mais esperados deste ano, o HB20 2023, em evento realizado em Campinas, ao qual a reportagem do LIBERAL esteve presente. Foram apresentados os modelos hatch e sedã, mas este último só deve chegar às concessionárias em setembro.

Entre vários pontos elogiados pela imprensa especializada, certamente o design externo foi o que mais chamou atenção, com arrojo e agressividade, justificando os valores apresentados, que partem dos R$ 76.690, na versão Sense 1.0, com câmbio manual, chegando aos R$ 114.390, na versão Platinum Plus 1.0 turbo, com transmissão automática.

Desta forma, o novo HB20 parte com tudo para substituir de forma absoluta a segunda geração do modelo de entrada da montadora sul-coreana no Brasil, que tinha justamente em seu visual o maior divisor de opiniões, apesar de ter fechado o ano de 2021 como o carro de passeio mais vendido do Brasil, com 70.499 unidades emplacadas, de acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Novo HB20 – Foto: Divulgação (1)

Logo de cara, a nova grade e os faróis com DRL (Daytime Running Light) – há opção para faróis em LED – já chamam atenção e exibem o perfil esportivo do modelo, seja na versão hatch ou sedã. O visual é inspirado e alinhado com outros modelos da marca, como os novos Elantra e Tucson.

As cores disponíveis para o novo HB20 também passaram por mudança e estão disponíveis seis opções: branco atlas e preto ebony (sólidas), além de prata brisk, prata sand e cinza silk (metálicas). Por fim, a montadora oferece o sapphire blue, tom de azul utilizado para o lançamento do veículo.

Novo HB20 – Foto: Divulgação (11)

Internamente, a montadora buscou utilizar os tons mais escuros na versão hatch, enquanto o sedã tem tons mais claros. No entanto, o destaque mesmo é o painel com elementos digitais, que tem diversas funções e dá todo o ar de modernidade ao modelo. Fora isso, o restante do interior é bem parecido com a segunda geração.

TECNOLOGIA
As opções tecnológicas são muitas no HB20 e começam na tela multimídia de 8 polegadas, através da qual, entre várias funções, os motoristas podem usar o sistema de conexão Bluelink, que passa a ter três anos de uso sem custos ao consumidor, havendo possibilidade para utilização do Android Auto e do Car Play sem fio.

As versões Platinum 1.0 TGDI AT e Platinum Plus 1.0 TGDI AT contam com o Supervision Cluster, um painel totalmente digital, que tem diversas funções e três opções de cor.

Ainda se destacam nestas versões o sistema de partida remota, acionado ao pressionar um botão na chave por três segundos e, na configuração de topo, o Stop&Go, que desliga o carro quando este está parado na rua, reduzindo o consumo de combustível e a emissão de poluentes, e ligando automaticamente quando o motorista decide seguir adiante.

Novo HB20 – Foto: Divulgação (3)

SEGURANÇA
Os recursos de segurança também merecem destaque no veículo e começam com os sistemas de controle de estabilidade e de tração, ESS (Sinalização de Frenagem de Emergência), HAC (Assistente de Partida em Rampa) além dos seis airbags, que estão disponíveis em todas as versões.

Para quem deseja mais opcionais nas versões mais elaboradas do HB20, o veículo oferece o LFA (Assistente de Centralização de Faixa), o LKA (Assistente de Permanência de Faixa), O RCCA (Assistente de Tráfego Cruzado Traseiro), BCA (Assistente de Ponto Cego), SEW (Saída Segura), o FCA (Sistema de Frenagem Autônomo), ROA (Alerta de Presença nos Bancos Traseiros), DAW (Detector de Fadiga), HBA (Farol Alto Adaptativo) e o TPMS (Monitoramento de Pressão dos Pneus). 

Novo HB20 – Foto: Divulgação (9)

Primeiras impressões: dirigimos o hatch

Após o evento de lançamento, na quarta-feira a Hyundai levou os jornalistas para conhecerem a fábrica do HB20, em Piracicaba, onde possui uma moderna linha de produção, em uma estrutura que já de cara impressiona pelo tamanho e imponência.

De lá, fomos levados ao Circuito Panamericano, o campo de provas da fabricante de pneus Pirelli, na cidade de Elias Fausto. No local, após a apresentação, foram disponibilizadas as opções de test-drive em pista rápida, em pista com situações do cotidiano e a análise das tecnologias do HB20. Os testes foram todos realizados com modelos da versão Platinum Plus 1.0 TGDI AT.

Novo HB20 – Foto: Divulgação (8)

Na pista rápida, os veículos seguiam um piloto e, dirigindo, rapidamente percebi o conforto do novo HB20. O segundo ponto que chamou a atenção foi a estabilidade e aderência em curvas, que são seguidas pela dirigibilidade do veículo, que conta com ajuste de altura de banco e do volante, permitindo fácil acesso aos componentes do painel.

Na hora de pisar, na reta oposta e na reta dos boxes do autódromo, o HB20 na versão turbo responde imediatamente ao quanto o piloto pisa. O “tranco” é capaz de “colar” motorista e passageiros nos bancos e o carro atinge sem dificuldades os 150 km/h, deixando claro que poderia passar disso, caso o tamanho da reta e a coragem deste piloto fossem maiores.

Novo HB20 – Foto: Divulgação (7)

Após as 12 voltas na pista rápida, andamos em pista lenta e atestamos a eficiência dos carros em cenários de subidas e curvas em situação parecida com a das ruas de uma cidade.

Por fim, o teste das tecnologias impressiona qualquer um que esteja acostumado com o padrão de carros populares, principalmente no caso do FCA (Sistema de Frenagem Autônomo), que desafia a confiança de quem dirige no HB20, simulando um risco de batida, na qual o automóvel freia sozinho até determinada velocidade, evitando a colisão.

Novo HB20 – Foto: Divulgação (2)

O RCCA (Assistente de Tráfego Cruzado Traseiro) e o BCA (Assistente de Ponto Cego) também são bastante eficientes. O primeiro freia o veículo caso algo ou alguém passe atrás em situação de saída em ré, enquanto o segundo avisa no retrovisor que há um veículo ou até mesmo um ciclista no ponto cego de qualquer um dos lados, seja nas ruas ou rodovias.

Enfim, apesar do preço de mais de R$ 114 mil, o HB20 Platinum Plus 1.0 TGDI AT é uma verdadeira fábrica de diversão, conforto e segurança, que certamente é capaz de manter a marca na posição de destaque que ocupa há anos no cenário automotivo brasileiro.

FICHA TÉCNICA

HB20 Platinum Plus 1.0 Turbo GDI

  • MOTOR: gasolina e etanol, 998 cm³, com três cilindros em linha e turbocompressor
  • TRANSMISSÃO: câmbio automático com seis marchas
  • POTÊNCIA MÁXIMA: 120 cv a 6 mil rpm com etanol/gasolina
  • TORQUE MÁXIMO: 17,5 kgfm entre 1.500 e 3.500 rpm
  • SUSPENSÃO: Dianteira independente do tipo McPherson. Traseira por eixo de torção com barra estabilizadora
  • FREIOS: Discos ventilados na frente e tambor na traseira
  • PNEUS: 195/55 R16
  • PESO: 1.110 kg
  • PORTA-MALAS: 300 litros
  • TANQUE: 50 litros.

Publicidade