21 de janeiro de 2022 Atualizado 08:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Moda e Estilo

Unhas de gel, fibra de vidro e acrílico: conheça as técnicas

Saiba mais sobre os diferentes tipos de alongamento, suas indicações e riscos

Por PR Newswire

08 nov 2021 às 08:24

Cuidado com a escolha do melhor profissional e da melhor técnica para a sua unha, é um dos mais importantes - Foto: Divulgação

Tendências diferentes são sempre muito bem-vindas quando se trata de unhas. E, atualmente, existem muitas formas para acompanhar a moda e não ser nada cringe! Mas, é importante conhecer cada técnica, a condição atual das unhas e fazer as manutenções adequadamente para não ter danos, como: fungos, bactérias, unhas quebradiças, opacas e manchadas.

Dentre as tendências, está o alongamento de unhas, que pode ser com gel, fibra de vidro e acrílico. As técnicas implicam em:

Unhas de gel: são aplicadas em cima das unhas naturais e endurecidas por meio de uma cabine que emite calor. Normalmente, são utilizadas por quem já considera ter um tamanho bom de unha, mas quer deixá-las mais definidas.

Fibra de vidro: as fibras de vidro têm seu processo de aplicação muito semelhante às de gel, mas por ser um outro material, tem aspecto mais natural. Essas são mais indicadas para quem tem unhas muito curtas e deseja aumentá-las.

Acrílico: utiliza-se um pó acrílico que deve ser moldado nas unhas naturais, esta opção é mais utilizada por quem tem as unhas quebradiças ou danificadas.

Mas há algum risco em fazer esses alongamentos? “Existem riscos, mas também existem cuidados que podem ser tomados para mitigá-los. O cuidado com a escolha do melhor profissional e da melhor técnica para a sua unha, é um dos mais importantes. Tem também o cuidado rotineiro com a secagem completa das mãos para evitar umidade nas unhas. O cuidado com a recorrência correta das manutenções exigidas por qualquer uma das opções de alongamento citadas, pois, caso essas manutenções não sejam cumpridas, há um risco muito maior de haver infiltração, e, portanto, contrair fungos e bactérias que podem evoluir para um dano mais intenso”, explica a dermatologista Ana Lisia Giudice .

Além dos cuidados já citados, “é válido ressaltar que é fundamental fazer algumas pausas e deixar as unhas sem nenhum tipo de alongamento para evitar que elas se tornem quebradiças e finas” afirma a dermatologista. No entanto, durante esta pausa não é necessário ficar com as unhas descuidadas, sem cores e formatos, você pode cuidar das suas unhas do jeitinho que elas são.

Fonte: Galderma

Publicidade