13 de julho de 2020 Atualizado 08:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Mão amiga

Prevenindo e tratando envelhecimento das mãos

Envelhecimento das mãos tem ocorrido cada vez mais cedo; médico explica medidas de prevenção e tratamentos disponíveis

Por Marina Zanaki

31 Maio 2020 às 15:11

O envelhecimento das mãos tem acontecido cada vez mais cedo, com aparecimento das primeiras manchas entre pessoas de 30 anos. A origem está no uso constante de aparelhos que utilizam luzes nocivas e na falta de uma rotina de cuidados.

O médico Amarilho Soares Júnior, da clínica Vie Privilège, explicou que a pele das mãos já é naturalmente mais sensível do que outras partes do corpo. Como agravante, elas sofrem os efeitos nocivos do contato direto com produtos como sabão e detergentes.

Mesmo quando manchas e flacidez da pele estão estabelecidas, é possível amenizá-las com alguns tratamentos – Foto: Adobe Stock

“É uma pele que está sendo sempre agredida e normalmente as pessoas hidratam menos. Então ela sofre um desgaste maior, e muito cedo começam a aparecer as manchas senis”, explicou o médico.

Nos últimos anos, a luminosidade excessiva tem acelerado o processo de desgaste das células. Tanto os raios solares quanto a luz presente em celulares e computadores acabam envelhecendo as mãos.

O médico alertou que, com o uso intenso e prolongado de aparelhos, o envelhecimento das mãos está ocorrendo de forma cada vez mais precoce. “Hoje está sendo comum começar a aparecer na casa dos 30 e poucos anos, quando era esperado ver somente depois dos 50”, alertou Amarilho.

O envelhecimento se caracteriza, inicialmente, por manchas marrons em formato redondo, distribuídas pelo dorso da mão. O processo pode evoluir para flacidez da pele e um efeito de “emagrecimento”. Nervos e veias ficam visíveis e a pele fica cada vez mais fina.

PREVENÇÃO
Para impedir que elas envelheçam antes do tempo, algumas medidas de prevenção devem ser adotadas. Em primeiro lugar, o dorso da mão deve receber protetor solar. Cada vez que lavar as mãos, o ideal é repassar o produto.

Além de cuidar do aspecto estético das mãos, o protetor solar também previne câncer de pele. A escolha do sabonete também deve ser criteriosa, priorizando produtos que não sejam agressivos para elas.

O outro companheiro das mãos deve ser o hidratante. “De preferência, escolha um próprio para as mãos. Uma coisa muito bacana são os hidratantes com silicone na fórmula. O silicone se adapta a todos os tipos de pele e forma um filme protetor”, destacou o médico.

Para amenizar os sinais
Mesmo quando as manchas e flacidez da pele já estão estabelecidas, ainda é possível amenizá-las com alguns tratamentos. médico Amarilho Soares Júnior explicou que existem três níveis de envelhecimento da pele, cada um deles com soluções específicas.

As manchas iniciais podem ser tratadas por meio de luz pulsada ou de peeling químico. Já quando a pele apresenta perde de volume, o médico indica a utilização de bioestimuladores de colágeno.

“Injetados na pele para estimular a formação de tecido de colágeno novo para preencher, eles devolvem o aspecto saudável”, explicou o profissional.
Situações mais críticas, em que o envelhecimento está avançado e os hidratantes não conseguem mais promover recuperação, demandam tratamento mais especializado.

“Nesses casos, a gente lança mão de ácido hialurônico em formato de skinbooster – bem fininho que aplica ponto a ponto para melhorar a hidratação profunda da pele”, disse Amarilho.