União Barbarense anuncia saída do técnico Edson Vieira

Clube informou que treinador aceitou proposta para comandar o São Bento; atitude incomodou o diretor Clayton Vieira, que falou em desrespeito


Edson Vieira não é mais técnico do União Barbarense. Nesta quarta-feira, após apenas dois dias de trabalho, ele trocou o Leão da 13 pelo São Bento. A atitude incomodou o diretor de futebol unionista, Clayton Vieira, que fechou as portas do clube para o treinador.

Edson foi anunciado pelo União em 13 de dezembro. Ele comandaria o time no Campeonato Paulista Sub-23 Segunda Divisão, o equivalente à quarta divisão estadual, que começa em abril.

Em sua apresentação, o técnico fez juras de amor ao Alvinegro. Edson ainda chegou a dizer, em entrevista à Rádio VOCÊ (AM 580), que acreditava num projeto a longo prazo dentro do clube.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Liderado por ele, o plantel unionista iniciou a pré-temporada na última segunda. Porém, dois dias depois, o treinador fechou acordo com o São Bento, que está na zona de rebaixamento da Série A2.

Pelo clube de Sorocaba, Edson venceu a Série A3 de 2013. Nesta quarta, em entrevista coletiva concedida à imprensa sorocabana, ele afirmou que voltou à equipe, principalmente, pelo fator “camisa”.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Técnico Edson Vieira deixou o União Barbarense para treinar o São Bento, de Sorocaba

“Quando o treinador tem amor por um clube, por uma camisa, tem uma mística diferente”, comentou. De acordo com o técnico, a história dele no clube também motivou seu retorno.

Sobre sua saída do União, ele declarou: “Foi difícil sair de lá. A realidade é essa. Havia um projeto lá. O União chegou lá na última divisão e está com um projeto novo”.

Ao LIBERAL, Clayton disse ter se decepcionado com a decisão do treinador. “Não tenho mais confiança em trabalhar com ele”, apontou.

Para o dirigente, ao abandonar o trabalho, Edson desrespeitou o Leão da 13. “Ele fala muito de caráter com os atletas, muitas coisas fortes. E talvez, de repente, tenha faltado para ele isso, nessa tomada de decisão”, criticou. A reportagem não conseguiu contato com o técnico.

SUBSTITUTO

Clayton informou que tem negociações adiantadas com um novo treinador, mas não divulgou nome. O diretor espera bater o martelo até o fim desta semana, para que esse profissional já possa trabalhar com o elenco a partir da próxima segunda.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora