17 de maio de 2024 Atualizado 14:38

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Rio Branco Campeão

Do ‘Fantasma das quartas de final’ à invencibilidade de rivais, Rio Branco quebrou tabus na Série A4

Ao longo do mata-mata, Tigre superou marcas de Taquaritinga, XV de Jaú e Francana para ser campeão

Por Lucas Ardito*

14 de maio de 2024, às 07h58

Para chegar ao título da Série A4 do Campeonato Paulista, o Rio Branco precisou superar marcas significativas ao longo da competição, especialmente no mata-mata. Além do “fantasma das quartas de final”, o Tigre quebrou invencibilidades de Taquaritinga, XV de Jaú e Francana.

Raphael Lopes, à frente, marcou os dois gols do Rio Branco no jogo em Franca – Foto: Igor do Vale / Ag. Paulistão

Uma das marcas mais incômodas para o torcedor riobranquense era o de nunca ter passado das quartas de final em sua história. Até a fase eliminatória da A4 deste ano, o time tinha nove confrontos de quartas e nove eliminações.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Neste campeonato, no entanto, a situação mudou. Ao enfrentar o Taquaritinga, que eliminou o próprio Tigre no ano passado, justamente nas quartas de final, a equipe garantiu a classificação ao vencer por 3 a 1 o jogo de ida, realizado no estádio Décio Vitta. Na volta, o time segurou um empate sem gols para confirmar a quebra do tabu.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Além disso, o Taquaritinga não havia perdido como visitante até enfrentar o Rio Branco. Em toda a primeira fase foram sete jogos longe do Taquarão, com cinco vitórias e dois empates.

Na semifinal, após empatar em 1 a 1 contra o XV de Jaú na partida de ida, em Americana, o Rio Branco precisou fazer o que nenhuma equipe havia feito até então: derrotar o Galo da Comarca no estádio Zezinho Magalhães. Isso porque o empate no placar agregado classificaria a equipe de Jaú, que tinha melhor campanha e somava seis vitórias e dois empates em casa. Resultado: vitória por 3 a 0 e acesso à Série A3 garantido.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

No confronto valendo o título, por fim, outro tabu quebrado. Até a final, a Francana não havia perdido no estádio Doutor Lancha Filho, com retrospecto de sete vitórias e três empates. Em Americana, triunfo riobranquense por 2 a 0 e, na volta, nova vitória, mas por 2 a 1.

*Estagiário sob supervisão de Guilherme Magnin.

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade