26 de maio de 2024 Atualizado 17:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Rio Branco Campeão

Com mata-mata dominante, Rio Branco supera desconfiança para ser campeão

Após começo inconsistente, derrota no dérbi e troca de técnico, Tigre se destaca na fase eliminatória e conquista título após 12 anos

Por Lucas Ardito*

14 de maio de 2024, às 07h56

Elenco, comissão técnica, diretoria e outros funcionários do Rio Branco em 2024 – Foto: Marcelo Rocha / Liberal

O título do Campeonato Paulista Série A4, conquistado pelo Rio Branco na vitória por 2 a 1 contra a Francana, fora de casa, no último domingo, com dois gols de Raphael Lopes, colocou fim a um período de 12 anos da equipe de Americana sem levantar uma taça. O Tigre levou a melhor no agregado por 4 a 1 e encerrou com chave de ouro uma campanha marcada por altos e baixos.

A participação riobranquense na Série A4 começou contra o Penapolense, então um dos favoritos ao acesso. Fora de casa, o Tigre venceu por 1 a 0, com gol marcado pelo zagueiro Gustavo Brandão, que terminaria a competição como artilheiro, marcando nove gols, e eleito Craque do Campeonato. A vitória somada à boa atuação gerou expectativas nos torcedores para o torneio – mas a primeira fase se desenhou de outra forma.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Sob o comando de Valmir Israel, a equipe de Americana não conseguiu manter uma sequência de boas atuações. Após os dez primeiros jogos, o Rio Branco tinha uma campanha de quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas. Entre os resultados negativos, os mais notáveis foram 3 a 0 contra a Francana e 2 a 1 diante do União Barbarense. O dérbi, inclusive, foi marcado por uma briga generalizada após o jogo e culminou na demissão do treinador.

Elenco e comissão recebem a taça de campeão e comemoram em Franca – Foto: Igor do Vale / Ag. Paulistão

Apesar de ainda estar na oitava posição e dentro da zona de classificação ao mata-mata, o clima no Décio Vitta era de desconfiança. Para o primeiro jogo pós-dérbi, contra o Taquaritinga, fora de casa, o Tigre apostou no interino Raphael Pereira, que já havia comandado a equipe na quarta divisão de 2019. Com uma série de desfalques, o técnico precisou recorrer à base e promoveu a estreia do jovem goleiro Luan Labiuc entre os profissionais. Mesmo assim, vitória por 2 a 1 para a equipe americanense.

EFETIVADO

Após o bom resultado, a diretoria optou pela efetivação de Raphael como técnico e contratou Leandro Mehlich para auxiliar no dia a dia, exercendo a função de coordenador técnico. De lá para cá, o time não perdeu mais. O Rio Branco terminou a primeira fase na sexta posição, com 25 pontos conquistados.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Para a disputa do mata-mata, a equipe contou com as chegadas de jogadores como David Lazari, Vagninho e Raphael Lopes, que foram importantes para o título. Do duelo em Taquaritinga aos jogos da final, o Tigre entrou em campo 11 vezes, com retrospecto de sete vitórias e quatro empates, sendo 75,7% de aproveitamento. Neste período, o time balançou as redes 18 vezes e sofreu apenas cinco gols.

MATA-MATA

Se a primeira fase foi de altos e baixos, o mata-mata ficou marcado pela solidez riobranquense. Nas quartas de final, o Tigre despachou o Taquaritinga após vitória por 3 a 1 em Americana e empate sem gols fora de casa. Posteriormente, na semi, empatou com o XV de Jaú em 1 a 1 no Décio Vitta e venceu o jogo da volta por 3 a 0, no Zezinho Magalhães. Por fim, na final diante da Francana foi dominante mais uma vez, vencendo os dois jogos, por 2 a 0 em casa e 2 a 1 fora.

*Estagiário sob supervisão de Guilherme Magnin.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Todos os jogos do Rio Branco na Série A4:

1ª fase

  • Penapolense 0x1 Rio Branco
  • Rio Branco 0x0 Vocem
  • Rio Branco 1×2 Jabaquara
  • São-Carlense 1×0 Rio Branco
  • Rio Branco 2×1 Ska Brasil
  • Osasco Audax 1×2 Rio Branco
  • Francana 3×0 Rio Branco
  • Rio Branco 2×0 América
  • Rio Branco 1×1 Nacional
  • União Barbarense 2×1 Rio Branco
  • Rio Branco 0x0 Barretos
  • Rio Branco 2×0 XV de Jaú
  • Joseense 1×1 Rio Branco
  • Rio Branco 2×0 Independente

Quartas de final:

  • Rio Branco 3×1 Taquaritinga
  • Taquaritinga 0x0 Rio Branco

Semifinal:

  • Rio Branco 1×1 XV de Jaú
  • XV de Jaú 0x3 Rio Branco

Final:

  • Rio Branco 2×0 Francana
  • Francana 1×2 Rio Branco

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade