24 de fevereiro de 2024 Atualizado 20:17

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

LIBERAL, 70

Presença digital e parcerias com big techs fortalecem atuação do jornal

Dados de audiência dos principais sites de jornais do interior paulista colocam o LIBERAL como um dos de maior acesso e relevância

Por Redação

01 de junho de 2022, às 10h09 • Última atualização em 01 de junho de 2022, às 12h10

Historicamente conhecido pelo jornal impresso, o LIBERAL ampliou, nos últimos anos, sua presença nos meios digitais. Hoje, no site liberal.com.br e nas redes sociais, chega a atrair mais de um milhão de usuários por mês, que buscam o noticiário de Americana e região, do Brasil e do mundo.

Dados de audiência dos principais sites de jornais do interior paulista colocam o LIBERAL como um dos de maior acesso e relevância. Com conteúdo local produzido por uma Redação de cerca de 20 jornalistas, o endereço do jornal na internet acumula 70,4 milhões de acessos e 143 milhões de visualizações de páginas desde 2019.

Em 2020, primeiro ano da pandemia da Covid-19, o site registrou recorde de audiência. Foram 25 milhões de acessos e quase 50 milhões de páginas visualizadas por cerca de 9,6 milhões de usuários únicos. O crescimento veio no mesmo ano em que o LIBERAL promoveu uma atualização do layout do site, no ar desde 2011.

Pelo celular ou no computador, noticiário é atualizado em tempo real – Foto: Reprodução

Além de ampliar o acesso à informação, o trabalho editorial tem garantido ao jornal apoio externo de big techs, como são chamadas grandes empresas de tecnologia como o Google, o Twitter e a Meta (ex-Facebook).

No início da pandemia, o LIBERAL foi beneficiado por um repasse de fundos promovido pelo Google para que as redações de jornais locais reduzissem os impactos causados pela crise sanitária.

Em 2021, o jornal foi um dos 15 veículos de comunicação da América Latina selecionados para um laboratório de audiência e consultoria da Google News Initiative, iniciativa do Google para o fortalecimento do jornalismo profissional.

O projeto de 15 semanas, em parceria com a Inma (associação internacional de mídia de notícias) e a agência Racoon, ajudou o LIBERAL a ampliar o trabalho desenvolvido com a distribuição de notícias por e-mail, as chamadas newsletters.

O LIBERAL nas redes sociais – Foto: Editoria de Arte / O Liberal

Em maio de 2021, quando o programa começou, havia 1,9 mil usuários cadastrados. Agora, são 3,6 mil, um crescimento de 90%.

Neste ano, a Redação foi selecionada para um novo projeto, desta vez, envolvendo o Meta Journalism Project, o ICFJ (Centro Internacional para Jornalistas, em inglês), a ANJ (Associação Nacional de Jornais) e a Aner (Associação Nacional de Editores de Revistas).

A seleção permitiu ao LIBERAL investir na criação de uma solução digital para a distribuição de notícias, em fase de testes, além de ser acompanhado por uma mentoria especializada em gestão de produtos para veículos de notícias.

“Iniciativas como a do Google e a do ICFJ e Meta têm ajudado a Redação a avançar com o trabalho em novos formatos de distribuição do noticiário local, o que é muito importante em um cenário de consumo digital crescente e com rápida evolução”, avalia o editor-executivo João Colosalle.

Para o jornalista, a adaptação ao meio digital é um dos pilares que sustentam o LIBERAL até os dias atuais. “O jornal, historicamente, sempre se preocupou em estar presente onde o leitor está presente, de buscá-lo de acordo com seus hábitos de consumo de conteúdo. Por isso, hoje o LIBERAL não se resume a um único meio de informação”, comenta.

Publicidade