22 de outubro de 2021 Atualizado 20:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

BOX TREZ

Com galeria virtual e série documental, projeto de artes de Americana chega ao fim

Iniciado em julho, projeto resultou em 23 artes plásticas diferentes mas produzidas com com base no mesmo material

Por Isabella Holouka

19 set 2021 às 08:59

Capa Josh Maya - Foto: Divulgação

Bem sucedido na criação de obras de arte completamente distintas a partir dos mesmos materiais, o projeto artístico-cultural intitulado “BOX TREZ” chegou ao fim na última semana com a disponibilização de uma galeria virtual com 23 obras de artistas plásticos de Americana e Santa Bárbara d’Oeste.

Além disso, o projeto que teve como pontapé inicial um edital da Lei Aldir Blanc da Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) de Americana foi convidado a integrar a programação do Circuito Sesc de Artes 2021, com a programação virtual “Pensando Além da Caixa”, que consiste em uma série documental com cinco episódios em que os artistas expõem seus processos e experiências no projeto. 

Os primeiros vídeos foram disponibilizados na última quarta (8), sexta (10) e terça-feira (14), continuando na quinta (16) e no sábado (18), sempre às 16 horas. Tanto a galeria virtual quanto a série documental podem ser conferidos pelo site www.trezcoletivo.com.

Noticiado pelo LIBERAL em junho deste ano, quando recebia inscrições de artistas interessados, o “BOX TREZ” distribuiu caixas contendo kits gráficos, como canetas, markers, lápis e papéis, convidando os participantes para criações a partir dos materiais. 

A iniciativa é do coletivo TREZ, composto por Bruno Cardoso, formado em design gráfico e artes cênicas, pela artista visual Desirée Veiga e pelo arquiteto Wagner Wakka. Além de integrar a galeria com obras próprias, o trio é responsável pela curadoria que assegurou que a seleção de participantes captasse uma diversidade de estilos. O resultado é composto por obras que dialogam com o universo poético e visual de cada artista. 

O projeto teve dez convidados e outras dez vagas abertas para inscritos e selecionados. Participaram os artistas plásticos Amanda Miranda, Fausto Rodrigues, Gabriel Cesar Camargo, Gabs Maria, Isa Whitaker, Isabela Moreno, João Botas, Josh Maya, Júlia L. Fioretti, Laila, Leonardo Smania, Matheus Souza, Miguel Rodrigues, Pinkish Peony, Romi Carlos, Sayuri, Victtor Fernandes, Vida Torta, Vito Basile e Will Bukowski.

“Tivemos uma preocupação no início para que justamente pudéssemos ver uma galeria diversa, e isso ficou bem representado no resultado final e nos alegrou muito. Ficamos muito surpresos com as obras e, como todos tiveram acesso aos mesmos materiais, pudemos ver o quanto cada um trabalha de maneira diferente”, comentou ao LIBERAL Bruno Cardoso.

Ele ressaltou ainda a importância das políticas públicas, através da lei federal Aldir Blanc e do edital da Prefeitura de Americana, para a realização do projeto. Segundo Bruno, a produção cultural e artística no interior do Estado – fora dos grandes centros e do eixo Rio-São Paulo – está entre as temáticas abordadas na programação virtual “Pensando Além da Caixa”

“Os grandes centros de produção cultural respiram arte o tempo todo, em seus murais, grafites, estações de metrô e com o acesso às exposições, galerias, museus. E quando você vem para o interior, a nossa realidade é muito dura. Então, os artistas falam sobre como é estar produzindo arte no interior do Estado, sobre a valorização dessa atividade profissional, a dificuldade de viabilizar e expor os trabalhos”, finalizou.

Publicidade