24 de julho de 2024 Atualizado 20:58

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Editorial

Vereadores, 41% de reajuste?

Por Redação

17 de dezembro de 2023, às 10h23

Os vereadores de Americana não têm um reajuste no salário que recebem desde 2016. Fosse no setor privado, de fato a reposição das perdas financeiras do período seriam imperativas. Mas, no âmbito do setor público, há outros aspectos que norteiam decisões do tipo, que envolvem o dinheiro do contribuinte.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Na semana que passou, o LIBERAL revelou que os vereadores voltaram a discutir um possível reajuste nos salários. Em julho, em meio à repercussão negativa da votação sobre o tema em Santa Bárbara d’Oeste, a falta de consenso desestimulou a Câmara de Americana a votar um reajuste de 25%. Agora, os parlamentares falam em aumentar até 41%, com base na inflação do período, algo que valeria para a próxima legislatura, a partir de 2025.

Em tese, não soa haver ilegalidade alguma em votar tal reajuste, mas algo que parece não entrar na cabeça dos que assumem um cargo no Poder Legislativo é que príncipios como a moralidade, a modicidade e a eficiência devem nortear a atuação pública. Na prática, a Câmara de Americana cogita um reajuste de 41% sobre um salário de mais de R$ 10 mil. Este valor é três vezes mais do que o salário médio de um trabalhador brasileiro. E o leitor e os vereadores hão de concordar que viver com R$ 10 mil por mês é muito mais fácil do que com R$ 3 mil. Ressalta-se que a rotina parlamentar não impede que muitos dos eleitos consigam manter os negócios próprios, como uma farmácia ou um depósito de construção.

Não há motivo para se pagar tão alto salário a um parlamentar em Americana, uma cidade que viu sua saúde financeira melhorar muito nos últimos anos após duras crises, mas que ainda diz não ter dinheiro suficiente para investir no saneamento básico nem para dar conta dos buracos no asfalto.

Lembre-se, leitor e eleitor, que sai dos cofres da prefeitura o dinheiro que mantém o Poder Legislativo. Ou seja: dinheiro dos impostos que pagamos. R$ 10 mil é suficiente para esta câmara.

O Liberal

Neste blog, você encontra a opinião do Grupo Liberal por meio dos textos editoriais. Há mais de 70 anos, no coração e no espírito, compromisso com a verdade.