15 de maio de 2021 Atualizado 16:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Artigos de leitores

Educação pública em nosso País

Por Eduardo Paparotti

29 abr 2021 às 07:28

No caderno “Eclética”, do jornal O LIBERAL, do dia 18 de março, assinado por Jucimara Lima, sob o título “Lembranças dos Tempos da Escola”, lê-se: “No último dia 15 de março celebramos o Dia da Escola – aliás, uma boa lembrança desse dia. Evidentemente, muitas crianças, adolescentes e jovens estão com saudades desse ambiente. Afinal, desde o ano passado esse ciclo tão importante e essencial para a formação de todos está sendo vivenciado de forma diferente do “velho normal”. Parabéns Jucimara Lima!

Assim se referiu a jornalista Illana Mattos sobre a pandemia, no artigo “Habilidades Importantes”, do dia 3 de abril no LIBERAL. “A pandemia veio para nos desestabilizar emocionalmente. O contato presencial mais escasso. Estamos mais reclusos dentro de casa, os modelos de trabalhos e profissões estão sendo reconfigurados. Aquele que sabe reconhecer, lidar e trabalhar os próprios sentimentos e emoções possui um grande diferencial”.

Agora vamos um pouco à educação pública no Brasil. “Há um século, o Brasil avizinhava-se de um período de sucessivas reformas do seu modelo de escola primária. A partir de 1920, São Paulo, Ceará, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio de Janeiro, então Distrito Federal, efetivaram mudanças de escopo e de propósitos na organização das suas escolas de primeiras letras. Entre 1920 e 1938, o debate em torno da educação cresceu no país”.

“Entre as décadas de 1920 e 1930, a atuação de Maria dos Reis Campos e Celina Padilha marcou a ascensão das mulheres aos cargos de inspeção escolar, como os nomes de Noemy Rudolph e Helena Antipoff. A partir de 1920, igualmente, os nomes de Lourenço Filho, Carneiro Leão, Fernando de Azevedo, Almeida Jr., Sudmenucci, Anísio Teixeira e Mário Casasanta ascenderam ao panteão dos intelectuais consagrados como educadores!”

Eduardo Paparotti é aposentado

Colaboração

Artigos de opinião enviados pelos leitores do LIBERAL. Para colaborar, envie os textos, com 1.800 caracteres (já contando os espaços), para o e-mail opiniao@liberal.com.br.